Evento de Gustavo Fruet vira ato de desagravo ao PT

Ratinho Junior vira alvo de críticas em evento de Fruet. Fotos: divulgação.
O encontro com lideranças nacionais, realizado ontem à  noite (17), na Sociedade Thalia, em apoio à  candidatura de Gustavo Fruet (PDT) na disputa pela prefeitura de Curitiba, acabou virando um ato de desagravo ao PT, que entrou nesta semana na alça da mira de Ratinho Junior (PSC).

O evento teve a participação dos ministros petistas Gleisi Hoffmann (Casa Civil), Paulo Bernardo (Comunicações), Alexandre Padilha (Saúde), dos senadores Cristovam Buarque (PDT-DF) e Sérgio Souza (PMDB-PR), do prefeito reeleito de Porto Alegre, Jose Fortunati (PDT), além de autoridades estaduais e municipais, de vereadores e dos partidos que compõem a coligação que apoiam Fruet neste segundo turno.

“Estranhamos o comportamento dele (Ratinho), pois ele faz parte de um partido da base do governo federal”, disse Gleisi Hoffmann. Em seu discurso, a ministra disse que sente vivendo “na década de 80”. “No primeiro turno, o Gustavo Fruet pagou o preço da aliança com o PT. Infelizmente parece que estou na década de 80, quando diziam que o PT comia criancinhas”, afirmou. “Lamento que pessoas que se dizem próximas do Lula incitem uma campanha de preconceito contra o PT”, disse em relação a Ratinho.

Ratinho, cujo partido faz parte da base de sustentação do governo federal, utilizou esta semana o horário eleitoral no rádio e na tevê para criticar o PT.

“Estão dizendo que é uma campanha de novas ideias, mas o velho é voltar de Brasília com concessão de rádio embaixo do braço”, atacou em relação ao pai de seu adversário, o apresentador e empresário Carlos Massa, o Ratinho. “Não quero ser um Dom Quixote, quero ser um prefeito com base de apoio para desenvolver projetos”. Segundo ele, dos 38 vereadores de Curitiba, 25 aderiram a sua candidatura.

O senador Sérgio Souza, contrariando o colega de partido e de Senado Roberto Requião, além de seu padrinho político Orlando Pessuti, também declarou apoio a Fruet. Curitiba não vai errar. A cidade precisa de um choque de gestão para se reinventar e Gustavo representa esta mudança!, afirmou.

Requião e Pessuti defendem a candidatura de Ratinho Junior neste segundo turno.

Com informações do jornal Gazeta do Povo.

Comments are closed.