Em Curitiba, Ratinho Junior adota discurso de Ducci: Não recebi apoios de políticos acusados de mensalão!

Ratinho Jr, Luciano Ducci e Beto Richa. A foto é da Marcha para Jesus.

O candidato a prefeito de Curitiba pelo PSC, Ratinho Junior, adotou o discurso do ex-candidato à  reeleição, prefeito Luciano Ducci (PSB), na reta final deste segundo turno.

Ducci, mesmo com o apoio do governador Beto Richa (PSDB), não conseguiu avançar para esta etapa da disputa. Perdeu a vaga para o adversário Gustavo Fruet (PDT).

Tanto Ducci quanto Richa declararam-se oficialmente neutros! neste segundo turno, mas a maioria de seus correligionários está na campanha de Ratinho Junior.

Neste domingo (21), em campanha no bairro Campo Comprido, região Oeste, o candidato do PSC afirmou que não fez alianças com partidos em troca de apoiamentos! para a eleição de 2014.

Minha candidatura não recebeu apoios por debaixo dos panos, muito menos de políticos acusados de mensalão. Construí nosso projeto sem vender minha consciência e comprometido com a população!, disse, repetindo o mantra de Ducci no primeiro turno.

O discurso anti-PT de Ratinho Junior vem causando desconforto ao aliado PCdoB, que também critica temas religiosos na campanha como aborto e casamento gay. O sindicalista Zenir Teixeira, por exemplo, dirigente do partido vermelho, avalia que “a agenda conservadora imposta pelos pastores evangélicos pode levar o candidato do PSC à  derrota no próximo domingo (28)”.

Comentários encerrados.