Dilma quer a reforma política em 2012

Via Poder Online

Presidenta Dilma Rousseff.

A presidente Dilma Rousseff recomendou à  bancada do PT na Câmara que desengavete o relatório do deputado Henrique Fontana (PT-RS) e vote ainda este ano a reforma política.

A presidente pediu e a gente vai votar!, disse o líder do PT, Jilmar Tatto (SP).

Ele acha que como a matéria já foi amplamente debatida nas comissões é provável que ainda em novembro seja votada em plenário.

Tatto diz que para o PT o ponto fundamental é a aprovação de financiamento público total à s campanhas.

Sem financiamento o PT não vota!, alerta. Medidas como voto em lista partidária ou voto distrital, segundo ele, são negociáveis.

A constatação de que o caixa dois correu solto e aumentou exageradamente o volume de doações ocultas !“ empresários contribuem com os diretórios e comitês partidários e estes repassam aos candidatos – ajudou a convencer o Palácio do Planalto.

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. ESCÂNDALOS, CORRUPÇÃO, CPIs, CASSAÇÕES…, tudo tem a ver com o FINANCIAMENTO DE CAMPANHAS ELEITORAIS, a afirmação do Juíz Marlon Reis (um dos redatores da Ficha Limpa), recentemente em palestra na OAB/PR.

    FINANCIAMENTO PÚBLICO – exclusivo – DE CAMPANHAS, traria os seguintes benefícios ao contribuinte/eleitor:

    – Transparência nas contas eleitorais;
    – Obrigatoriedade de DEMOCRACIA INTERNA NOS PARTIDOS POLÍTICOS, sem o que, Financiamento não será aprovado;
    – Barateamento nas CAMPANHAS ELEITORAIS, com dinheiro pago pelo contribuinte. Hoje o financiamento é privado, mas o doador, quer receber depois em obra (super-faturada, não prioritária, etc);
    – Introdução do sistema de LISTA FECHADA DE CANDIDATOS, ou VOTO DISTRITAL (para ambos, Democracia Interna nos partidos políticos se impôe);
    – Vota-se em uma LISTA (duas dezenas no máximo). Quem Hoje consegue avaliar 600 candidatos a vereador, para escolher 01?
    – Hoje partidos fazem vistas grossas pra candidatos fichas sujas…., terão que avaliar, escolher, reduzir, pre-ordenar na lista quem merece ou não encabeçar a lista;
    – Hoje, elegem-se os que mais dinheiro tem, não necessariamente os melhores. (pesquisa mostrou que 71% dis candidatos que mais gastaram, ELEGERAM-SE no Congresso);
    – Famigeradas COMISSÕES PROVISÓRIAS nos partidos acabam.

  2. Reforma política tem que ser feita mais antes pensar muito bem, construí-la de forma a não dar chance para ” candidatos ” como aconteceu nesta última eleição encontrar uma brecha na legislação mau formulada da ” ficha suja ” e chegarem ao poder como aconteceu em vários minicípios, leis tem que ser executas de tal forma a punir seus infratores e não para beneficia-los.