Câmara e Senado suspendem votações até fim do segundo turno

do portal Vermelho

Charge de Diogo.

Na última semana de campanha eleitoral, a Câmara e o Senado não farão sessões de votações. A decisão de tornar não-deliberativas as sessões de terça a quinta-feira (23 a 25) deve-se ao número de pedidos feitos por senadores e deputados que desejam acompanhar a última semana de campanha nos municípios antes do segundo turno das eleições, marcado para o dia 28.

O presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), anunciou esta semana que, logo após o segundo turno das eleições, será divulgado o calendário de votações para os meses de novembro e dezembro.

A ideia é apresentar este calendário na primeira reunião com os líderes partidários após as eleições. O projeto que trata do fator previdenciário deverá ser um dos itens dessa pauta até o fim do ano!, disse Marco Maia. Ainda de acordo com o presidente da Casa, a primeira reunião do Colégio de Líderes deverá ocorrer no dia 30 de outubro.

O líder da Bancada do PT, deputado Jilmar Tatto (SP), reiterou que, além do projeto que trata do fator previdenciário, deverá constar no calendário de votações a proposta da distribuição dos royalties do petróleo.

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Maia, Paulo Paim e outros políticos sérios, nós MEROS trabalhadores, aguardamos urgentemente que seja VOTADO o famigerado fator previdenciário no máximo até primeira quinzena de NOVEMBRO.
    Obrigado,
    Uma trabalhadora