A dúvida de Ratinho Junior: bater ou não bater no PT?

Ratinho e Gustavo Fruet em debate com universitários. Foto: divulgação.

Os estrategistas da campanha de Ratinho Junior (PSC) estão com uma grande bananosa nas mãos e estão tendo dificuldades para descascá-la. Uma parte deles defende arrepiar! o PT, principal sócio na coligação de Gustavo Fruet (PDT). Outra quer aliviar as críticas aos petistas.

A dúvida cruel na campanha de Ratinho ocorre porque o candidato do PSC, a exemplo de Fruet, também é da base do governo de Dilma, a quem sempre se refere nos programas eleitorais no rádio e na tevê.

Compõe a turma do deixa-disso na campanha de Ratinho o coordenador jurídico, Guilherme Gonçalves, e o marqueteiro Maurício Ramos, que têm origem política no PT.

Nas redes sociais, não há trégua de lado a lado. As torcidas de Ratinho e Fruet se enfrentam sem dó nem piedade. Na internet, os golpes são abaixo da linha da cintura. Resta sabermos se as campanhas de ambos levarão essa guerra virtual para o rádio e a tevê nos próximos dias.

Comentários encerrados.