21 de outubro de 2012
por esmael
17 Comentários

Ratinho Junior nega envolvimento com divulgação de pesquisa falsa

Ratinho Junior (PSC). Foto: Rodrigo Félix Leal. Jornal Metro/Curitiba.

O candidato a prefeito de Curitiba pelo PSC, Ratinho Junior, por meio de sua assessoria, informou na noite deste domingo (21) que não tem nenhuma relação com a divulgação de pesquisa falsa Bandnews/Vox Populi que está sendo publicada nas redes sociais e investigada pela Justiça Eleitoral. Leia mais

21 de outubro de 2012
por esmael
9 Comentários

“A vitória de Professor Lemos representa a mudança com segurança”, diz Gleisi em Cascavel

O momento é de intensificar a campanha na rua, mostrar a capacidade de nossa militância e consolidar a bonita virada que representará uma vitória para o povo de Cascavel!. As palavras de confiança na vitória do Professor Lemos (PT) e do vice Walter Parcianello (PMDB) partiram da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, que ontem (20) esteve em Cascavel, Oeste do Paraná.

Na condição de militante do Partido dos Trabalhadores, Gleisi reiterou o apoio do Governo Federal à  campanha de Lemos e falou do atual momento da campanha.

Tentam desconstruir nossos companheiros, nossa aliança, afirmando que o Lemos não tem experiência. Lembro que isso foi usado pelos adversários do ex-presidente Lula, que diziam que ele não tinha capacidade de governar um país desta dimensão e também da presidenta Dilma, quando falaram que o Lula estava elegendo um “poste” para governar o Brasil!, lembrou a ministra.

Gleisi destacou o trabalho desempenhado por Lemos como deputado em prol do município.

Como deputado, ele sempre esteve preocupado com o desenvolvimento de Cascavel, estivemos juntos diversas vezes no MEC [Ministério da Educação], sempre cobrando por Cascavel, ele [Lemos] foi até meio “chato”, assim como deve ser um gestor!.

A ministra falou de algumas conquistas obtidas com participação direta de Lemos.

O nosso Instituto Federal do Paraná [IFPR] foi conquistado após muita determinação do Lemos, não consigo enumerar as vezes que estivemos em audiência em Brasília, assim como quantas vezes ele esteve no gabinete do senador Sergio Souza cobrando essa obra!. Outro exemplo dado por Gleisi foi a construção da clínica de recuperação de dependentes na região norte da cidade.

Para Gleisi, o petista

21 de outubro de 2012
por esmael
12 Comentários

“Sem salto alto”, recomenda Fruet

Rocha Loures e Gustavo Fruet. Foto: Rogério Theodorovy.

O chefe de relações institucionais da Vice-Presidência da República, Rodrigo Rocha Loures, do PMDB, acompanhou por duas horas as pedaladas do candidato a prefeito de Curitiba pelo PDT, Gustavo Fruet, que terminou no Parque Barigui. Leia mais

21 de outubro de 2012
por esmael
1 Comentário

Oposição a Dilma encolherá 30% nestas eleições, dizem pesquisas

Resultado é trunfo para Dilma na eleição de 2014

via Estadão

Os resultados do 1.!º turno e as pesquisas do 2.!º turno indicam que os partidos de oposição à  presidente Dilma Rousseff terão um encolhimento de 30%, pelo critério do número de eleitores governados, quando comparadas as eleições de 2008 e 2012.

Há quatro anos, PSDB, DEM, PPS e PSOL – então na oposição ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva – conquistaram nas urnas o comando de cidades que concentravam 28% do eleitorado do País. Esses mesmos partidos devem eleger agora prefeitos de municípios que abrigam 19% dos eleitores.

Os números foram calculados pelo Estadão Dados com base nos resultados das eleições em 5.515 cidades onde a disputa foi encerrada no último dia 8, além de resultados de pesquisas em 39 dos 50 municípios onde haverá segundo turno. Se houver reviravoltas na reta final – principalmente em São Paulo, que possui 8,6 milhões de eleitores -, portanto, os porcentuais podem mudar.

O encolhimento da oposição não se traduz em crescimento dos partidos da base governista. Os aliados de Dilma tendem a conquistar o comando de 72% do eleitorado, resultado apenas levemente superior ao obtido em 2008 (71%).

Quem avançou nesse período foi o bloco dos chamados independentes, hoje formado por PV e PSD – esse último partido, que não existia há quatro anos, surgiu de um racha no DEM e é um dos responsáveis pelo definhamento do bloco oposicionista.

Em números absolutos, as legendas de oposição passaram a governar 35 milhões de eleitores quando seus prefeitos eleitos em 2008 tomaram posse no ano seguinte. Pelo que projetam as pesquisas, essa parcela cairia para pouco menos de 27 milhões de eleitores no período 2013-2016.

Já o

21 de outubro de 2012
por esmael
18 Comentários

Fruet acusa Ratinho de divulgar pesquisa falsa nas redes sociais

* Pedetista vê desespero do candidato do PSC

O candidato a prefeito de Curitiba pelo PDT, Gustavo Fruet, conseguiu na Justiça Eleitoral proibir que o adversário Ratinho Junior (PSC) divulgue pesquisa falsa sobre a disputa neste segundo turno. De acordo com a equipe jurídica do pedetista, “trata-se de sondagem fraudulenta com o intuito de manipular o eleitorado”.

Segundo a campanha de Fruet, desde a última sexta-feira (19), pessoas ligadas ao candidato Ratinho Junior passaram a divulgar nas redes sociais suposta pesquisa do instituto Vox Populi, que teria sido contratada pela Bandnews e colocaria o candidato do PSC à  frente na disputa pela prefeitura de Curitiba.

Além do candidato do PSC e sua coligação, são citados na ação proposta pela coligação Curitiba Quer Mais, o diretor executivo da Rede Massa (empresa de Ratinho), Luiz Benite e a internauta Maria Eugênia Ribeiro.

O juiz da 1!ª Zona Eleitoral, Marcelo Wallbach, fixou multa de R$ 5 mil em caso de descumprimento.

Há que se observar que a informação ali contida faz expressa menção de que se trata de pesquisa eleitoral, inclusive indicando o Instituto de Pesquisa Vox Populi como realizador do levantamento, bem assim a emissora Bandnews como entidade que teria contratado o estudo!, afirma o magistrado.

Note-se que em rápida consulta ao sítio do Tribunal Regional Eleitoral, se pode constatar que inexiste registro de pesquisa do Instituto Vox Populi para o segundo turno das eleições municipais de Curitiba, o que demonstra de maneira cabal a ilegalidade dos dados divulgados!, completa Wallbach.

Para o advogado da coligação Fruet, Gustavo Guedes, a estratégia de divulgar pesquisa falsa só demonstra o desespero do candidato Ratinho Júnior.

No primeiro turno, o candidato do PSC estava acostumado a aparecer em primeiro lugar nas pesquisas. Agora, n

21 de outubro de 2012
por esmael
5 Comentários

Fruet pedala e promete 300 km de ciclofaixas em Curitiba

O candidato a prefeito Gustavo Fruet (PDT) comandou, neste domingo (21), um passeio ciclístico pelas ruas da capital e reafirmou seu compromisso com os ciclistas e a proposta de campanha de construir 300 km de ciclorrotas.

Partindo da Praça Santos Andrade, o grupo de dezenas de ciclistas percorreu as principais ruas centrais da cidade com destino ao tradicional Parque Barigui. No trajeto, o candidato pedetista recebeu diversas manifestações de apoio da população curitibana, nas ruas, nos carros, nas estações tubo, nos prédios.

Ao chegar ao Barigui, Fruet encontrou-se com grupos de variados movimentos sociais, como o Movimento dos Direitos das Pessoas com Deficiência de Curitiba. O candidato do PDT conversou com portadores de deficiências e recebeu um documento de apoio do grupo, que luta pela inclusão e pela acessibilidade na capital.

Fruet também recebeu de presente uma muda de araucária, entregue por Rodolfo Jaruga e Vinícius Brand, representantes da associação Ciclo Iguaçu. O ato marcou a passagem de um ano de compromissos assumidos pelo candidato do PDT com o meio ambie

21 de outubro de 2012
por esmael
27 Comentários

Comunistas e pastores evangélicos disputam rumos da campanha de Ratinho Junior em Curitiba

O PCdoB é contra essa agenda conservadora. Nós achamos que essas questões de gays e aborto nos levarão à  derrota!, diz Zenir Teixeira, histórico dirigente comunista no Paraná. Foto: Brasil 247.

O PCdoB de Curitiba colocou na cabeça que precisaria deixar de ser um partido satélite do PT, aliado com qual vinha marchando preferencialmente na capital de todos os paranaenses desde 1989. O descolamento de comunistas e petistas ocorreu pela primeira em 2008, quando o PCdoB lançou o ex-deputado federal Ricardo Gomyde para prefeito, que conquistou 0,71% dos votos. Naquela mesma disputa o PT apostou em Gleisi Hoffmann, que obteve 18,17% dos votos válidos. Leia mais