15 de outubro de 2012
por esmael
19 Comentários

Depois de denúncia contra pedágio, deputado do Paraná pede licença para andar armado

* Acusados negam envolvimento com “máfia” do pedágio

Deputado Ney Leprevost (PSD).

O deputado estadual Cleiton Kielse (PEN) cumpriu sua promessa, nesta segunda-feira (15), ao denunciar quatro colegas, da tribuna da Assembleia Legislativa do Paraná, de participar de uma máfia! comandada pelas empresas de pedágio. Desde julho passado, o parlamentar vinha dizendo que deputados foram comprados pela máfia do pedágio!. Leia mais

15 de outubro de 2012
por admin
4 Comentários

Para analistas, eleições devem seguir descoladas do mensalão no 2!º turno

da Agência EstadoO Supremo Tribunal Federal (STF) selou na semana passada a condenação por corrupção ativa do ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu, do ex-presidente do PT José Genoino e do ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares por envolvimento no esquema de compra de apoio parlamentar ao governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O julgamento da antiga cúpula petista foi iniciado na semana anterior ao primeiro turno da eleição municipal, e o impacto nas urnas foi pequeno, na opinião de analistas, apesar da grande exposição na mídia e do uso do caso por alguns candidatos.

“A despeito da propaganda massiva e do destaque nos noticiários, o impacto não foi visto. Houve certo distanciamento dos eleitores da questão. (O julgamento) não foi variável determinante”, disse o professor de ciência política do Ibmec Belo Horizonte Oswaldo Dehon.

O pleito municipal é visto com certo descolamento da política nacional. Os eleitores estão mais preocupados com as soluções de problemas próximos, como transporte, educação e saúde, sem grande influência de questões consideradas distantes, como o julgamento do mensalão.

Eleitores tendem, também, a votar em perfis conhecidos e não em partidos, o que reduz ainda mais o possível efeito do julgamento no voto municipal.

“O eleitor está querendo soluções para suas regiões, seus bairros, suas cidades. O eleitor não vota em partido, vota em pessoas e perfis”, disse o professor da Universidade de São Paulo (USP) Gaudêncio Torquato. “O efeito eleitoral (do julgamento) é muito pequeno. Na hora H, isso não funciona, mas não quer dizer que não seja importante”, disse.

Apesar de sair derrotado em capitais importantes como Belo Horizonte, Porto Alegre e Recife, o PT foi, ao lado do PSB, o único partido entre os grandes a ter crescimento em 2012, elegendo mais prefeitos nesta eleição do qu

15 de outubro de 2012
por esmael
6 Comentários

Câmara sugere que prefeitura interrompa repasses ao Atlético-PR

por Fernando Castro, do G1 PR

O plenário da Câmara Municipal de Curitiba aprovou na manhã desta segunda-feira (15) um requerimento que sugere à  Prefeitura que interrompa o repasse de títulos de potencial construtivo ao Atlético-PR. O autor da proposta, Felipe Braga Cortes (PSDB), sugeriu que o dinheiro deixe de ser entregue até que sejam esclarecidas as denúncias de irregularidades feitas pelo ex-diretor jurídico do clube José Cid Campêlo Filho.

Campêlo classificou como imorais! algumas situações no processo de reforma no estádio para a Copa do Mundo de 2014. Apesar de não considerar ilegal, ele condenou a contratação da empresa do filho do presidente do presidente do Atlético-PR, Mario Celso Petraglia para fornecer as novas cadeiras do estádio. Também apontou outro familiar do presidente do clube como responsável pelo projeto arquitetônico do estádio. O clube negou irregularidades e afirmou que as contratações foram licitadas.

De acordo com Cortes, a ideia do requerimento é evitar que sejam emitidos mais títulos de potencial construtivo para avalizar empréstimos ao Atlético-PR. Vamos aguardar o parecer oficial do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) para verificar se trata-se de dinheiro público, mas são denúncias fortíssimas e gravíssimas!, afirmou o vereador. Para ele, se for confirmado que o potencial construtivo é dinheiro público, ele está sendo mal utilizado.

A princípio falta repassar R$ 68 milhões. O total de R$ 90 milhões, corrigidos, dá em torno de R$ 98 milhões. Foi repassado R$ 30 milhões em 6 de junho pelo Governo do Estado, com garantia deste potencial construtivo. A ideia agora é que não seja uma torneira aberta, temos que fechar e esperar o que vai acontecer!, afirmou Cortes. O requerimento pode ser acatado ou não pela Prefeitura, e tem caráter de posicionamento da Casa, segundo o vereador.

Questionado se um projeto de lei não seria mais efetivo para evitar os repasses, Cortes afirmou que não é o momento!. à‰ uma precaução, é a Câmara se posicionar no senti

15 de outubro de 2012
por esmael
Comentários desativados em Em Londrina, PMDB segue PT e decide pela neutralidade no 2!º turno

Em Londrina, PMDB segue PT e decide pela neutralidade no 2!º turno

por Amanda de Santa, via Jornal de Londrina

O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) decidiu, em reunião do diretório municipal na sexta-feira (15), pela neutralidade no segundo turno das eleições em Londrina. O partido seguiu a mesma decisão tomada pelo PDT e pelo PT.

Em entrevista por telefone ao JL nesta segunda-feira (15), o ex-candidato do partido Luiz Eduardo Cheida, quinto colocado no primeiro turno, disse que, mesmo não declarando apoio oficial para algum dos candidatos, os militantes estão liberados para participar das campanhas de Marcelo Belinati (PP) e de Alexandre Kireeff (PSD).

PT indica voto a Kireeff

O Partido dos Trabalhadores (PT) decidiu, na noite de quinta-feira (11), não declarar apoio à s candidaturas de Marcelo Belinati (PP) e Alexandre Kireeff (PSD) à  Prefeitura de Londrina.

Em entrevista por telefone ao JL na sexta-feira (12), o presidente do diretório municipal do partido, Onaur Ruano, disse que o PT é contrário ao retorno do belinatismo! e também ao voto branco ou nulo. A indicação aos filiados, portanto, é pelo voto a Kireeff.

PDT também optou por neutralidade

O diretório municipal do Partido Democrático Trabalhista (PDT) também decidiu pela neutralidade no apoio a candidatos que disputam o segundo turno.

Em entrevista na quinta-feira (11), a vice-presidente do partido, Dayane Medeiros, informou qu

15 de outubro de 2012
por esmael
15 Comentários

Ratinho promete valorizar os professores

O candidato a prefeito de Curitiba pelo PSC, Ratinho Junior, disse nesta segunda-feira (15), Dia do Professor, que a educação das crianças vai ser prioridade em sua gestão. O candidato promete valorizar os educadores melhorando as condições de trabalho e oferecendo mais qualidade de ensino para os estudantes.

Quero reiterar meu compromisso com a educação e, nesse dia dos professores, me comprometo a tratar todos vocês com o respeito que os educadores merecem. Vamos agilizar em até seis meses a realização das Avaliações Diagnósticas Psico-educacionais (ADPs) nos CMAES e melhora o atendimento do ICS com uma ampliação da rede de convênios!, declarou.

Para o candidato do PSC, oferecer salário e condições de trabalho melhores para os professores são pilares essenciais para a valorização da categoria.

Vamos reduzir de oito para seis horas a jornada de trabalho sem reduzir o salário. Também vamos garantir os 33% de hora-atividade para todos os professores!, destacou Ratinho Junior.

O candidato do PSC prometeu mais ainda: “Vamos oferecer um programa de saúde ocupacional para os educadores, revisar o plano de carreira e implantar a formação continuada!.

15 de outubro de 2012
por esmael
Comentários desativados em Leia as manchetes desta segunda

Leia as manchetes desta segunda

Jornais do Paraná

– Gazeta do Povo: Curitiba vai manter subsídio para transporte em 2013

– Jornal do Estado: PT lidera em vitórias e PDT, no total de de votos para prefeito no Paraná Leia mais