Vereadores pedem a renúncia já do prefeito de Londrina

José Joaquim Martins Ribeiro (PSC).

Segundo a rádio CBN Londrina, uma comissão de quatro vereadores foi nesta tarde ao gabinete do prefeito José Joaquim Ribeiro (PSC) pedir para que ele renuncie ao cargo.

A comitiva formada por Joel Garcia (PP), Roni Alves (PTB), Padre Roque (PR) e Ivo de Bassi (PTB) não encontrou o prefeito no local.

De acordo com os vereadores, se Ribeiro não renunciar eles terão que abrir uma Comissão Processante (CP) para afastá-lo da prefeitura.

O prefeito José Joaquim Ribeiro confessou ontem no Gaeco — braço policial do Ministério Público — que recebeu propina de R$ 150 mil de empresa fornecedora de kits escolares.

5 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Este foi o editorial da Rede PDT, desta sexta-feira: Entrevistado por Loriane Comeli/Folha de Londrina, na véspera de confessar ter recebido propina de R$ 150 mil de empresários (e na confissão tenta envolver Barbosa Neto, maior visado nas investigações contra quem nada provaram), o prefeito tampão José Joaquim Ribeiro (PSC) disse que nomeou para alto cargo comissionado o advogado Maicon Castilho, defensor da ex-secretária Karin Sabec (PR), a pedido do vereador Padre Roque (PR) que votou a favor da cassação do prefeito Barbosa Neto (PDT) em 30 de julho. Com a posse de Ribeiro entrou em vigor o “toma lá, dá cá” que Barbosa havia acabado e voltaram os acertos escusos entre o prefeito e alguns vereadores, tanto que foram logo aumentando de 50 para 160 os cargos comissionados para distribuir entre eles. E antevendo o fiasco de seu mandato relâmpago Ribeiro avisou ao vereador Marcelo Belinati (PP) que não participaria da campanha “até para o bem dele, porque como eu estou num governo de cinco meses tem muita coisa que pode ocorrer e pode até atrapalhar os planos dele”. Mas não deixou de dar sua mãozinha anunciando um suposto rombo de R$ 70 milhões na Prefeitura e cortando uma série de serviços. A prática desses grupos é assim mesmo, sempre haverá recursos para as suas fanfarrices políticas enquanto que para manter os serviços públicos funcionando adequadamente alardeiam problemas financeiros e jogam a conta nas costas do antecessor.

  2. ESTA COMISSÃO DE VEREADORES DEVERIA RENUNCIA TAMBÉM OS SEUS MANDATOS, QUE MORAL TEM MAIS PARA JULGAR ALGUÉM, APESAR DE CONCORDAR COM O PEDIDO DE RENUNCIA DO PREFEITO TAMPÃO E ATRAPALHADÃO ZÉ RIBEIRO, QUE NÃO PASSA DE UM ZÉ ( ZERO).

    SENHORES VEREADORES RENUNCIA JUNTO, DEPOIS DO GOLPE BAIXO EM BARBOSA NETO, A MORAL DESTA CAMARA É ZERO.

  3. Até quando a população dessa belíssima Londrina vai se sujeitar a desmandos dessa ordem no Exeutivo Municipal. O dia 07/10 esta chegando.
    Depois não adianta chorar. O voto é arma de alto calibre.

  4. Agora se ele falou no processo para quem ele deu parte deste dinheiro, ai sim que a coisa vai ficar feia. Só que duvido se tem macho neste meio para abrir a boca.