Maia diz que tese de Barbosa é “grande falácia”

do Brasil 247

Presidente da Câmara dos Deputados desdenha da tese do ministro relator do STF, Joaquim Barbosa, sobre mensalão ressaltando que “não houve pagamentos mensais a deputados” durante o governo Lula; como representante do Poder Legislativo, ele está interferindo sobre o Poder Judiciário? ; à‰ crise institucional à  vista?

O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), rejeitou nesta terça-feira a tese do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, de que houve esquema de compra de votos de parlamentares durante o governo Luiz Inácio Lula da Silva. Os argumentos foram apresentados pelo relator da Ação Penal 470 na sessão desta segunda-feira, no dia em que iniciou seu voto sobre o chamado “núcleo político” do acusação.

Para o deputado, os argumentos do ministro da Corte Suprema não passam de uma “grande falácia”, ressaltando que “não houve pagamentos mensais aos deputados do PT”. “Me chamou muita atenção o fato de voltar essa tese com muita força do mensalão. Eu, por exemplo, acho isso uma grande falácia”, disse Marco Maia. Sobre a expectativa do julgamento, o deputado disse não haver “expectativa nenhuma”. Depois, disse que “a expectativa é que se faça um julgamento mais justo possível”.

Sobre o argumento de Barbosa em relação a votações a favor do governo, por parlamentares da base, Maia disse que “eles não tinham nenhuma necessidade de votarem com o governo. Há uma tentativa de se reforçar e reafirmar uma coisa que não é verdadeira, que não condiz com a realidade”. Maia também chamou de “grande absurdo” a reportagem da revista Veja que acusa Lula de chefiar o esquema do “mensalão”. Para ele, “não há nenhum envolvimento do presidente Lula”.

Barbosa comparou datas, na sessão de ontem, de pagamentos realizados a parlamentares e votações favoráveis ao governo, sugerindo que um fato viesse em decorrência do outro. A defesa comum dos parlamentares é de que eles voltavam pelas aprovações porque pertenciam à  base de apoio, e não porque eram comprados.

13 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I simply want to tell you that I’m new to blogging and site-building and absolutely savored your website. Probably I’m want to bookmark your site . You surely come with amazing well written articles. Appreciate it for sharing with us your website.

  2. Quem comprou mesmo foi o FHC, para sua reeleição em 1997.

    Desse o PIG não fala nada…

    O Ronivon Santiago vendeu seu voto pro R$ 200.000,00.

  3. a operação condor esta viva a imgem dessa tragedia humana:muitos que cometeram tais crimes estão presoe na argentina chile ,e o que sei .mas no brasil ,so julga rancor e odio da oposição ,não digo que ze dirceu é o melhor ,mas não e o pior. mas joaquim barbosa ,a dor não deixa ele pansar! se existe conciecia, muitos ministro do stf não tem tranquilidade ,não conseguirão dormir porque o fantasma da injustiça tambem persegue.

  4. Puxa, por um momento pensei que o assunto mais importante da história contemporânea da política brasileira que desnuda o período de governo mais corrupto não merecesse a atenção do blog.
    Mesmo que ecoando o absurdo do dito do Maia.

    • porreira, vai pedir a mesada pra seu ex deputado chefe, e ve se devolve a parte dos meus impostos que pagava teu salario, e não torra….

  5. O que me fez sentir orgulho como Curitibano é que o Joaquim Barbosa elogiou o Gustavo Fruet pelo seu trabalho como sub relator! Sorte nossa que podemos votar no Gustavo Fruet para Prefeito! Uma pessoa digna elogiada pelo Ministro herói brasileiro para Prefeito. É 12! Acorda Curitiba!

  6. o que não entendo 😮 valerioduto mineiro nunca esteve e nem vai para o stf .coisa que esse crime e desde 1998. o que espero do stf ,e o mesmo da justiça estadual.condena desafetos ,e livra os chapinhas .pois dantas o ministro gilmar ,de lhe salvo conduto para não ir preso ,ou sair da cadeia.na cpi contra demostenes ,quantos salvos condutos o stf deu para os acusados de corrupção não falar .o presidente da camara esta certo.quando e contra os contraventores o stf da lhes todo o direito estar calado. estamos na aquisição de 1300.mas isso e vingança contra o pt ,para esconder demostenes. isso e um golpe .eu nem assisto jornal ,ou leio noticias ,porque todos os dias e mastigado e repetido o mensalão.mas as operações monte carlo foi esquecido pela midia .mas uma coisa eu falo.vão todos responder por crimes em haia .o ex juiz baltazar garzón tem experiencia com justiça internacional,e pode muito bem representar ,esses 37 reus na corte interamericana de justiça .o que esperar duma justiça que não vai julgar os crimes de tortura no brasil!

  7. Sem entrar no mérito da questão, não se pode afirmar nada sobre crise institucional. Afinal, são 3 os poderes da republica: O Executivo, o Legislativo e o Judiciário. O que temos neste caso, é o Legislativo interferindo no Judiciario como contra-partida da ingerencia do Judiciario no Legislativo. É um poder se defendendo do outro, a meu ver democraticamente.

  8. Marco Maia – você foi concebido por uma sementinha colocada na barriga de mamãe, na páscoa o coelhinho lhe traz chocolates e no natal, se você for bonzinho, papai noel lhe trará muitos presentes. Pensas que somos idiotas como VOCÊ,. que acha que tem poder de enganar a todos por doto tempo. Voce está mostrando sua imbecilidade ou bestialidade. CorruPTo.

  9. Concordo com o Maia, os pagamentos não eram mensais, eram quinzenais. Então, onde se lê mensalão, leia-se “quinzenão”. Se os pagamentos fossem semanais, seria “semanão”, hehehe. Eu si divirto com o tamanho do rombo, do estrago que foi feito em nome da governabilidade, hehehe. Às vezes penso que o nosso país está como a nau dos 500 anos do Greca, a um passo do naufrágio, hehehe