Leia as manchetes desta terça

Jornais do Paraná

– Gazeta do Povo: Paraná tem 72 ordens de reintegração na gaveta

– Jornal do Estado: Deputados defendem aposentadoria parlamentar

– Jornal Metro: Acidentes matam 38 no feriadão

– Jornal de Londrina: Pressão pela renúncia do prefeito cresce, mas Ribeiro resiste no cargo

– Folha de Londrina: Ribeiro dá sinais que fica no cargo

– O Diário (Maringá): Agosto e setembro são os mais quentes desde 1999

– Diário dos Campos: PG ganha posições entre “Maiores do Sul”

– Jornal da Manhã: 35!ª edição da Efapi espera movimentar R$ 30 mi em negócios

– O Paraná: Indefinição abre caminho para nova greve dos caminhoneiros

– Gazeta do Paraná: Marcos Damasceno e Paulo Bebber são afastados

– Jornal Hoje: Para não atrapalharem CPI, Justiça afasta Damaceno e Bebber

– Gazeta do Iguaçu: Vereadores e candidatos a prefeito conhecerão hoje o projeto Codefoz

– Diário do Noroeste: Aumento no consumo de água provoca desabastecimento em cidades da região

– Tribuna de Cianorte: Agências bancárias registram movimento recorde em Cianorte

– Umuarama Ilustrado: Estiagem faz o consumo de água disparar em Umuarama

– Tribuna do Norte: Mortes de trânsito crescem no feriadão em todo Paraná

Jornais de outros estados

– Globo: A hora da lavagem de dinheiro !“ Relator condena nove e já complica Dirceu

– Folha: Contra pressão, Dilma indica ministro do STF

– Estadão: Valério foi intermediário entre Dirceu e Rural, afirma relator

– Correio: Greve ou férias?

– Valor: Compra de carros do México dobra e já ultrapassa cotas

– Estado de Minas: Frescão de BH começa a circular na segunda

– Zero Hora: Após semestre fraco, Piratini prepara pacote para reativar economia

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. O ex-prefeito Barbosa Neto (PDT) negou com veemência que tenha recebido dinheiro das mãos do prefeito José Joaquim Ribeiro (PSC) ou de qualquer outro personagem ou esquema fraudulento envolvendo a administração municipal de Londrina. “Como réu confesso o senhor Ribeiro não tem autoridade moral nem condições para sustentar o que está dizendo, ele certamente negociou com essa absurda acusação a sua estabilidade no cargo. Se eu cometi algum erro foi quando me licenciei (sem remuneração) da Prefeitura em 2010 e ele assumiu para emporcalhar as mãos na sujeira que agora é descoberta, não tenho nada com isto e nada me compromete”, afirmou Barbosa, informando que o atual prefeito londrinense deverá responder criminalmente pelo que está dizendo porque não tem nenhum fundamento.

    Assessoria Barbosa Neto 12 Londrina