Justiça proíbe Ducci de falar em UPS até o final da campanha

Ducci proibido de falar em UPS. Foto: Cabo Daniel Meneghetti / PMPr.

A Justiça Eleitoral proibiu nesta tarde o prefeito Luciano Ducci (PSB), candidato à  reeleição, de falar nas Unidades do Paraná Seguro (UPS) até o final da campanha. O pedido partiu da coligação de Gustavo Fruet (PDT), que alegou inexistência de convênio entre a prefeitura e o governo do estado.

Caso a decisão judicial seja descumprida, a multa estipulada é de R$ 100 mil.

Por outro lado, pelo placar de 4 a 2, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) manteve no ar propaganda institucional do governo estadual sobre as UPS.

6 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Ducci não pode fazer campanha, não pode falar do que está fazendo nem nada se não os outros candidatos já censuram, tá difícil a campanha dele assim e mesmo assim está liderando as pesquisas novamente.

  2. Gustavo é tão desesperado, que precisa ficar limitando a propaganda dos outros. Fruet, faça uma campanha decente e se ganhar, o que acho impossível, pelo menos, ganhe com orgulho.

  3. Deveriam proibir o prefeito de citar qualquer obra atrasada feita em ano eleitoral!

    Se bem que se fizessem isso, o prefeito estaria simplesmente sem argumentos, sem trabalho para mostrar, afinal fez TUDO agora nao é!?

  4. Tem que proibir e multar o Ducci em 100mil reais por falar que “os moradores de raus tem a opção de morar na rua” lamentavel um prefeito se direcionar a essas pessaos com esse ton saindo de seus labios, se falou assim é porque no fundo pensa assim, não tem como voltar atrás

  5. Toma papudo. É assim mesmo.

  6. Agora tem que proibir o Ducci de falar que aumentou o salário dos Curitibanos !!!….pasmem é isso que uma propaganda divulgada no rádio deixa transparecer ….!!aí é demais não acha Ducci…. daqui a pouco vc vai disser que foi o Pai do Real ou irmão do INRI Cristo!!!!