De @gustavofruet sobre @LucianoDucci: Nunca precisei justificar ou esconder meu patrimônio!

* Pedetista diz que Ratinho Jr ‘depende’ do governo

Fruet mira na cabeça de Ducci na busca pelo segundo turno.

Nunca precisei justificar ou esconder meu patrimônio, ou passar bens para o nome de familiares!, afirmou Gustavo Fruet, candidato a prefeito de Curitiba pelo PDT, no jantar de campanha promovido pelo empresário João Camargo, na noite de ontem (26).

A frase de Fruet tem como base a decisão da Procuradoria Regional da República, que determinou que a Receita Federal investigue as denúncias de irregularidades na evolução patrimonial do candidato à  reeleição, prefeito Luciano Ducci (PSB), que concorre à  reeleição.

Na edição desta quinta-feira, o jornal Gazeta do Povo informa que o procurador Angelo Ilha da Silva determinou que a Receita investigue o caso. O pedido se baseia na análise do material entregue pela bancada de oposição da Câmara Municipal de Curitiba à  Procuradora Regional da República.

A revista Veja, em edição de junho deste ano, também já havia realizado reportagem sobre o assunto. Conforme a revista de circulação nacional, o casal Ducci aumentou seu patrimônio em 30 vezes nos últimos quatro anos. A denúncia também está sendo analisada pelo Ministério Público Estadual.

O candidato Gustavo Fruet vem pedindo aos eleitores que analisem o histórico político dos seus concorrentes e as respectivas condutas pessoais antes de decidir em quem votar nas eleições do dia 7 de outubro.

No Congresso Nacional, Fruet afirma sempre tomou posições firmes e mostrou atitude. Ele diz que votou contra a CPMF e pela redução da carga tributária para beneficiar o setor produtivo e pelo aumento do salário mínimo para beneficiar os trabalhadores.

Participei ativamente da CPI do Mensalão. As provas que levantamos foram consideradas válidas e, hoje, nosso relatório é base do julgamento que está acontecendo em Brasília, o qual vai mandar para a cadeia políticos de vários partidos, banqueiros e empresários envolvidos no caso. Qual foi a posição do deputado federal do PSC na questão do mensalão? Qual foi sua posição em relação à  CPMF e ao aumento do salário mínimo? Ele nunca tomou nenhuma atitude!, revelou.

Dando também uma canelada em Ratinho Junior (PSC), Fruet lembrou que voltou de Brasília sem concessão de rádio ou televisão, sem indicações políticas, sem depender do governo para nada.

O candidato do PSC voltou com concessão de rádio e televisão. Ele não é independente como declara, depende, sim, de verbas do governo em suas empresas. Qual será a posição do candidato do PSC na prefeitura? Irá contra os interesses de suas empresas para apoiar os direitos da população?!, confirmou.

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Esta foi no “queixinho” do projeto do Beto. Nocauteou…
    A propaganda transforma esta cidade (e agora o Estado do Paraná também) no melhor paraíso já visto.
    Ao irmos pela 277, em frente a Sanepar, vemos uma “propaganda” dizendo que a melhor em tudo (Curitiba) é novamente a melhor… Não sobra nada para as milhares de cidades brasileiras. E mesmo jogando “gerda” nos rios.
    Aqui em Curitiba (e agora também no Paraná) vivemos intensamente o mundo virtual.

  2. Isso mesmo FRUET !
    Estamos com você !!
    Você, de todos os candidatos, é a melhor opção para Curitiba !

  3. Assunto delicado para um blogueiro! Tentei por 4 vezes inserir meu comentário, infelizmente nada. Talvez se o moderador desse blog fosse o Ministro Joaquim Barbosa, eu certamente teria sucesso. Estou começando a desconfiar que o moderador ou é ou foi aluno do Ministro Levianodowski “desculpe” Levandowski.
    Democracia é isso! Tentamos amanhã. Obrigado, parabéns pelo espaço. (já o considerei mais democrático…mais valeu!)

  4. O Ministério Público e a Polícia Federal deveriam investigar o aumento descomunal do patrimônio de Luciano Ducci, também deveriam investigar o caso do capataz que recebia como funcionário comissionado da prefeitura de Curitiba e trabalhava como caseiro de uma das fazendas do prefeito em Mato Grosso.
    Nosso país deveria aproveita o julgamento do STF para intensificar a justiça em relação o $ público.

  5. Ninguém comentou nada AINDA? e o meu comentário foi censurado pela 4° vez.
    Um médico com 27 anos de prefeitura x 15.000,00/mensal = 4.050.000,00 (valor arrecadado durante 27 anos sem gastar 1 centavo, inclusive o imposto de renda, SEM COMER, SEM VSTIR….). Por favor Policia Federal! Receita Federal! isto é uma afronta ao cidadão DE BEM. Como juntar 30.000.000,00 em 4 anos de Prefeitura?
    Esmael vc. pode não publicar, mas nunca esqueça que o cidadão curitibano não é surdo, nem cego e quanto menos mudo! SOCORRO RECEITA FEDERAL PRECISAMOS DE UMA EXPLICAÇÃO! ou alguém que convença nosso blogueiro a publicar este comentário!

  6. Segundo a Veja o enriquecimento do rei do gado foi descomunal em um curto espaço de tempo. Segundo Gustavo Fruet o rei do gado esconde seu patrimônio passando seus bens para o nome dos familiares.
    Dinheiro não cai do céu, vem de algum lugar e, ninguém fica rico da noite para o dia, a não ser que tenha acertado a megasena acumulada sozinho.