Coligação de Lemos pede a cassação do registro da candidatura de Edgar Bueno em Cascavel

do Jornal Hoje

Prefeito Edgar Bueno (PDT).

Foi protocolada ontem na Justiça Eleitoral ação que pede a investigação e a posterior cassação do registro da candidatura do prefeito Edgar Bueno (PDT) e do vice Maurício Theodoro, o Magal. A coligação A Cascavel que Queremos Inclui Você, do candidato Professor Lemos (PT), acusa o atual prefeito de uso indevido da máquina pública para fazer campanha eleitoral.

No processo constam fotos e vídeos do dia da inauguração do Autódromo
Internacional. A participação do prefeito no evento já rendeu multa de R$ 60 mil ao prefeito Edgar e mais R$ 60 mil à  coligação porque as imagens foram usadas em programa eleitoral gratuito.

A ação descreve o impacto da presença de Edgar na inauguração, que atingiu mais de 50 mil pessoas. Compareceram mais de 50 mil pessoas, com a presença de autoridades, em especial o governador do Estado [Beto Richa], que acompanhou o prefeito Edgar Bueno no local da festa e cuja imagem foi utilizada também pelo candidato na propaganda irregular!.

Também é denunciada a realiza realização de shows, ação social com crianças com distribuição de brindes, utilização de ônibus escolares e de servidores públicos para realizar o transporte das crianças até o autódromo.

O uso dos ônibus já é alvo de inquérito da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público.

Os autores pedem a cassação do registro da candidatura dos investigados e a declaração de inelegibilidade deles por oito anos.

A reportagem tentou contato com a coordenação da campanha de Edgar,
mas não obteve resposta.

Comentários encerrados.