Por Esmael Morais

TJ condena prefeito de Campo Mourão a 4 anos de prisão

Publicado em 27/08/2012

Sacolinha

As condenações de Tureck e Dayer foram definidas na ação proposta pelo Ministério Público no caso que ficou conhecido na cidade como “Sacolinha da Tim”. Em abril de 2008, o ex-secretário de Obras foi preso em flagrante, em uma operação coordenada pelo MP, acusado de extorquir o empresário Elpídio Koch, dono de uma empresa de material de construção na cidade.

A prisão ocorreu quando Dayer deixava a empresa de Koch, segurando uma sacola promocional da operadora Tim. No interior da sacola foram encontrados R$ 19 mil. No carro do ex-secretário de Obras, foram localizados outros R$ 3 mil, em notas de R$ 50 e R$ 100, e faturas para pagamento pessoais do prefeito Tureck.

De acordo com a versão de Koch na época, a extorsão teria se iniciado após sua empresa receber um depósito de R$ 54 mil para a entrega de materiais de construção para a reforma do Parque de Exposição do município. O valor teria sido depositado sem a realização de licitação e os materiais seriam entregues de acordo com a necessidade da prefeitura. No entanto, Dayer teria exigido R$ 19 mil do total depositado para pagar compromissos particulares. O empresário procurou o Ministério Público e denunciou o caso. Antes de entregar o dinheiro, ele fez fotocópias das notas de R$ 100 e gravou em um celular toda a negociação com o secretário.

O Terra tentou falar com o prefeito Nelson Tureck na tarde de domingo (26). Ele não atendeu o celular e, segundo informações, estaria no município de Janiópolis, participando da campanha política local. Em várias oportunidades, em entrevistas, Tureck disse que o ex-secretário de Obras havia sido “vitima de armação”.

O advogado César Ferreira, responsável pela defesa de Tureck no processo, também não atendeu o celular. A assessoria de imprensa da prefeitura informou que desconhecia as sentenças do TJ-PR e que a ação é relativa à  pessoa física do prefeito, sem relação com a administração municipal. O ex-secretário Munir Dayer não foi localizado.