Sobre a judicialização das eleições

Prefeito Baroni (PT) ao lado do deputado à‚ngelo Vanhoni (PT).

Recebi manifestação do prefeito Otélio Renato Baroni (PT), de Jaguariaíva, município do Norte Pioneiro, a 236 km da capital, concordando com o post “Quer ser prefeito? Contrate um grande escritório de advocacia”, veiculado na última quinta-feira (16).

“Tal texto retrata muitíssimo bem o que vem acontecendo, cada vez com mais frequência a cada nova eleição em todos os cantos”, diz o prefeito.

A seguir a manifestação do prefeito:

Caro Esmael

Ao mesmo tempo em que aproveito para cumprimentá-lo, quero me reportar ao texto veiculado em seu blog, no dia 16 de agosto do corrente, intitulado “Quer ser prefeito? Contrate um grande escritório de advocacia”, aproveitando também para enaltecer suas análises e considerações.

Tal texto retrata muitíssimo bem o que vem acontecendo, cada vez com mais frequência a cada nova eleição em todos os cantos. Infelizmente é isso que vem acontecendo, quando a disputa fica no campo jurídico na tentativa de se eliminar adversários, diante do receio de ser eliminado nas urnas. Em nosso município temos acompanhado algumas situações, embora não tão acirradas quanto as citadas pelo nobre jornalista.

Prefeito do município de Jaguariaíva, advogado e candidato à  reeleição, cito e concordo plenamente com o último parágrafo do seu texto:

“O futuro das cidades não pode ficar nas mãos dos grandes escritórios de advogados. A política não pode ser reduzida à  disputa jurídica, onde prevalece o tapetão e a melhor estratégia nos tribunais. à‰ preciso resgatar a soberania do voto do povo, que deve escolher seus dirigentes em todas as esferas públicas com a menor interferência possível de outros poderes – especialmente do Judiciário”.

Parabéns pelo texto e pela visão!

Otélio Renato Baroni
Prefeito de Jaguariaíva

8 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Prezado Esmael.
    Em primeiro lugar, parabéns pela possibilidade aberta no seu blog para se discutir política, pois ao contrário que a maioria das pessoas pensa, ela é fundamental e todos os problemas decorrentes são um passo rumo à evolução no processo democrático. O prefeito acima que discorreu sobre o assunto foi merecidamente reeleito ao cargo por força do voto da população, sendo que ele foi o que mais sentiu os efeitos de processos e pedidos desmedidos enviados à justiça para que dele fosse retirado o seu merecido cargo. Penso que vale a pena confiar na justiça, e para aqueles que pensam que podem manipular a justiça a seu favor, vale a reprimenda…o tiro pode sair pela culatra.
    Grande abraço.

  2. Concordo. É bom lembrar o exemplo de Jackson Lago que ganhou a eleição no Maranhão e derrubou uma dinastia de 40 anos da família Sarney. Depois foi cassado pelo Judiciário para colocar a Roseana Sarney no seu lugar. Desrespeitou-se a soberana vontade popular através de manobras juridicamente questionáveis (afinal o julgamento no STF foi apertado), lastreada em uma legislação excessivamente formalista, que facilita a manipulação por parte dos detentores do poder.

  3. Gostaria de expor que o prefeito e candidato que se manifestou acima, é um dos que usa da justiça para tentar barrar os adversários o que realmente é lamentável, quando um candidato tem medo de perder é se esconde atrás de “bons” advogados, mas é nas urnas que o resultado aparece ou deveria, este ano em Jaguariaíva vai acontecer o povo já acordou e não adianta justiça quem vota é povão.

  4. claro psdb pode aprontar tranquilo ,que os tribunais não alcançam os psdbistas . eles são intocaveis .essa social democracia foi copiada da alemanha ,mas nunca teve nada aver com o sistema alemão .a social democracia brasileira tem a mais ver com a dama de ferro! que fundiou o reino unido ,que ate hoje se arrasta para continuar.poderão perder a escocia ,essa comunidade não faz muito bem aos escoceses,porque digo isso ,que vi muitos escoceses relatarem o desafetos ,que eles teem contra os ingleses. no brasil o desafeto dos pobres é o psdb…

  5. Tinha que ser petistas!! Esra raça morre de medo dos tribunais!!

  6. ESSE PT É MUITO ENGRAÇADO EM UNIAO DA VITORIA O CANDIDATO A PREFEITO PEDRO IVO USOU ESSE MESMO ARTIFICIO DE TENTAR GANHAR A
    ELEIÇAO NO TAPETAO.ESSE VANHONHI É MUITO CARFA DE PAU.

  7. Estimado Esmael, meia verdade. Muitos políticos não cumprem a lei sequer nas eleições (imagina depois) e portanto, não se trata de “tapetão” (que significa, óbvio, “puxar o tapete”). Puxar o tapete seria fazer artimanha, ilegalidade, esperteza. Não dá pra generalizar porque infelizmente a advocacia é necessária também quando o que se busca é coibir o abuso do poder, do uso da máquina, da safadeza. As eleições em Curitiba se transformaram num conglomerado bilionário onde só quem perde é o povo. Se os tubarões grandes usam a lei para buscar brechas, os peixes pequenos usam o advogado para se defender pois do contrário, seriam engolidos em questão de dias pelo triturador incrível do caixa 2 e das grandes empreiteiras. Tenho comigo que se a população prestasse mais atenção a fatos, se a população desligasse a propaganda e andasse na rua, pegando o ônibus, indo nos bairros para ver se a cidade está realmente boa, os advogados seriam muito pouco convocados. Só assim seria possível argumentar se um prefeito deve ser reeleito ou se outro deve entrar no lugar. Gostemos ou não, o número de leis (e em consequência, o de operadores do Direito) de uma sociedade só espelha seu nível de imaturidade e de corrupção entranhada. O advogado é um dos interpretadores da lei, e a lei foi feita para obrigar a andar na linha, coisa que deveria ser feita de maneira espontânea, moral e éticamente.

    Abraços cordiais

    Marcelo Marcengo – advogado

  8. Outro exemplo está em santa Helena, Terra das Águas, onde um famoso advogado conhecido pela alcunha de sombra e q ja foi prefeito, mudou de lado, foi para a oposição e agora está trabalhando de forma dioturna ´para tirar da prefeitura a prefeita que lhe cortou a mamata de ganhar milhões todos os anos com sua rádio, escritório de advocacia, construtora e empresa de publicidade.

    Agora ele está na oposição, advogando para um candidato que ja foi vereador de situação e resolveu se rebelar. Enfim, impugnaram a candidatura do vice da prefeita Rita Schimidt q concorre a reeleição e por consequencia a chapa majoritária toda.

    E a oposição vai ao delírio se esquecendo do quanto ja apanharam do sombra e seus Asseclas.

    E o povo aplaude, Viva a Mudança!