Primeira-dama Marry Ducci, candidata à  reeleição, faz campanha no Parolin

Marry recebe o apoio de lideranças femininas do Parolin!. Foto: divulgação.

Virou moda as candidatas à  primeira-dama de Curitiba fazerem campanha para os respectivos maridos nas favelas. Na semana passada foi a companheira de Gustavo Fruet (PDT), Márcia Oleskovicz, quem esteve numa favela da Vila Pantanal.

Hoje foi a vez da primeira-dama Marry Ducci, esposa do prefeito Luciano Ducci (PSB), que tenta a reeleição para o cargo, visitar uma favela no bairro Parolin.

Marry, coordenadora do Comitê Feminino do maridão, diz que recebeu o apoio de 60 lideranças femininas da região do Parolin. Em um encontro com presidentes de clubes de mães e associações de moradores, Marry destacou o trabalho de Luciano, principalmente o direcionado à  Ação Social.

Marry disse que Luciano ampliou a rede de apoio para as famílias, em especial para as mais carentes. De acordo com ela, a cidade ganhou 45 Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e mais 11 unidades de atendimento, além de 10 Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

O governo federal apontou Curitiba, por quatro anos consecutivos, como a capital que tem a melhor rede de Cras do Brasil!, disse Marry, que completou: “Somente no primeiro semestre deste ano, foram atendidas mais de 60 mil famílias nos Cras da cidade”.

Além de dar apoio assistencial, Marry disse que o governo Luciano tem reforçado o trabalho de capacitação das famílias, por meio dos Liceus de Ofícios. Ela explicou que são mais de 154 cursos gratuitos em 15 áreas. Em média, por ano, continua a primeira-dama, são mais de 70 mil pessoas que são atendidas em cursos do Liceu, Empório Metropolitano e Vitrine Social.

Marry destacou que estes trabalhos da Prefeitura reduziram em 65% a miséria, nos últimos seis anos, superando a média nacional que é de 42%.

O compromisso de Luciano é com toda a cidade, mas em especial com as famílias que ainda precisam de apoio para sair da condição de miséria e pobreza extrema. Vamos continuar reunindo todas as secretarias nesse esforço comum de mudar a vida de cerca de 12 mil famílias!, destacou Marry Ducci.

Coordenado por Marry, o Família Curitibana, segundo a campanha reeleitoral, é um dos programas que está ajudando Luciano Ducci a eliminar a miséria da vida de milhares de curitibanos. A equipe do prefeito garante que o programa beneficia a camada da população de menor renda que vive em piores condições sociais, econômicas e ambientais, e atende 7 mil famílias.

10 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. é tudo uma questão oportunista, acreditem!
    agora perto da eleição…Ducci é o prefeito ideal, fez milhares de coisas boas, milhares de obras em andamento (antes da eleição pra se favorecer na campanha), sempre foi honesto com a população, só fez a cidade crescer, etc. Tolo de quem acredita em tudo e se deixa levar, é por isso que a cidade precisa realmente de eleitores conscientes que saibam toda a caminhada do prefeito durante o mandato…

    se analisarmos os anos anteriores do prefeito e suas ações, ele não ta com essa bola toda não, alias ele está de mal a pior né porque as diversas besteiras que Luciano fez aqui a mulher e ele não citam

  2. Amigo José Pedro, que deve ter mais de milhão de José Pedro na cidade, licenciada para fazer campanha né? Ingual vários comissionados que tiram férias e licenças de gaveta para poder trabalhar na eleição, mas depois, continuam tirando férias e licença. Wilson Godri Lima, Aposentado do Judiciario, 67 anos.

  3. Meus amigos que não colocam o verdadeiro nome aqui…Ela esta fora da FAS, licenciada.

    • Meu amigo que não coloca o verdadeiro nome aqui, ela deveria ter vergonha de ir para o bairro depois de todo descaso com o povo promovido pelo JUNTOS Luciano (Ducci) e Beto!!

  4. Hauer e Boqueirão é só buraco, é um descaso total, o Ducci jamais deveria tentar reeleição.
    É ironizar o povo curitibano, a politização do eleitor vai inibir péssimos canditados, um dia quem sabe.

    Acorda Curitiba!
    Acorda Paraná!

  5. Mas qual o horario que a primeira dama foi fazer política no parolin? Ela não trabalha nas FAS???? Pelo sol brilhante, acho que não é a noite. Isso poooooode???

    • Com essa turma pode tudo!! Até asfaltar o comitê com a máquina!! Esse bando que está aí, não tem compromisso com ninguém!! Tomara que saiam da prefeitura e não voltem nunca mais!!

  6. SERÁ QUE ELA VAI DAR COBERTORES COMO FEZ A FERNADA RICHA EM 2008.

  7. A periferia está abandonada pela prefeitura, os postos de saúde nunca ofereceram um atendimento tão ruim aos moradores, a segurança pública eficiente só existe nas propagandas milionárias do governo do estado, a educação é só propaganda (algumas crianças chegam no 6º ano, nas escolas estaduais sem saber realizar as 4 operações, ler e escrever), a infraestrutura deixa muito a desejar, principalmente para os que moram na beira dos rios (caso existente no Parolin). Será que existem pessoas que acreditam nessa turma? Pelo que posso observar na fotografia , o nº de moradores ao redor da primeira-dama é muito pequeno.