Fernanda Richa não pode se apresentar como secretária na propaganda de Ducci, diz Justiça

Primeira-dama Fernanda Richa.

O candidato à  reeleição, Luciano Ducci (PSB), está proibido de citar a mulher do governador, Fernanda Richa, como secretária de Estado em sua propaganda eleitoral.

Em sua decisão, a juíza eleitoral Renata Estorilho Baganha lembra que Fernanda Richa não é mais secretária de Estado desde o último dia 16 de agosto.

Desta forma, apresentá-la como se ainda fosse secretária de Estado, em propaganda eleitoral, consiste em afirmação sabidamente inverídica, que pode induzir o eleitor a estados mentais favoráveis à  candidatura de Luciano Ducci, razão pela qual a liminar deve ser deferida.!, afirma.

A decisão da Justiça Eleitoral atende a representação da coligação Curitiba Quer Mais, que tem Gustavo Fruet (PDT) como candidato a prefeito.

Comentários encerrados.