Ducci promete frota de ônibus híbridos para depois do feriadão

à”nibus híbridos começam a circular em setembro, diz Ducci. Foto: divulgação.!

O prefeito Luciano Ducci (PSB), candidato à  reeleição, prometeu que os primeiros ônibus híbridos, movidos a biodiesel e eletricidade, começarão a circular no transporte coletivo de Curitiba no próximo dia 10, após o feriado da Semana da Pátria. O anúncio foi feito durante encontro no Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas no Paraná, no Rebouças.

“O Hibribus é mais um avanço no sistema de Curitiba, que busca sempre estimular o uso do transporte coletivo. Desenvolvemos um sistema de ônibus que é referência mundial, investimos nos ligeirões que entrarão em todos os eixos de transporte, agora no biocombustível e nos motores menos poluentes e estamos iniciando a implantação do metrô!, disse Luciano.

O Hibribus tem dois motores, um a biodiesel e outro elétrico, que funcionam em paralelo ou de forma independente. Além do conforto para os passageiros o Hibribus representa investimento na qualidade do ar e na redução da poluição sonora da cidade.

De acordo com Ducci, Curitiba será a primeira cidade do país a ter transporte coletivo com ônibus hibrido. Os novos ônibus começarão a rodar na linha Interbairros I, que circula em bairros no entorno do Centro, com capacidade para 85 passageiros.

Nossa expectativa é de que os ônibus comecem a circular ainda na primeira quinzena do mês!, disse Luciano.

Ainda segundo o prefeito, este ano ainda 30 ônibus híbridos atenderão também as linhas Detran-Vicente Machado, àgua Verde-Abranches, Ahú-Los Angeles, Juvevê-àgua Verde e Jardim Mercês-Guanabara.

Durante o encontro com cerca de 50 representantes do sindicato e empresários, o prefeito ouviu sugestões como a participação de representantes do setor nas discussões sobre mobilidade urbana, no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc).

!à‰ perfeitamente possível acatar a essa sugestão!, avaliou Luciano.

Outra novidade anunciada pelo prefeito é a abertura de duas vias conectoras passando pela Fazendinha. As ruas conectoras vão melhorar o acesso da CIC a região central da cidade, tanto para os veículos como para o transporte coletivo. O prefeito afirmou que os estudos para as duas concetoras já estão sendo feitos dentro do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano.

!Precisamos dos projetos para buscar os recursos necessários para as obras!, disse Luciano.

8 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Hi there. I discovered your site by means of Google while looking for a comparable topic, your web site got here up. It looks good. I have bookmarked it in my google bookmarks to come back then.

  2. I simply want to mention I am very new to weblog and truly enjoyed you’re web blog. Almost certainly I’m going to bookmark your website . You actually come with superb articles and reviews. Thanks a lot for sharing your web-site.

  3. A que custo ?
    Se alguém tiver coragem e poder para isso, que abra a planilha de custo do transporte coletivo de Curitiba e verifique que um ligeirinho custa mais que um ônibus de viagem. Sim, daqueles grandões, bonitos…
    Por que ?
    Porque os interesses vão além do que seria honesto.
    Remessa de lucros à matriz, mordomias aos funcionários e “agrados” aos políticos que mantêm o ciclo, custa caro. Muito caro.
    Há até a história do ônibus miniatura, em ouro maciço, que foi dado a um ex-prefeito endeusado. Esta história vem de longe.
    Naquela empresa multi, quando as eleições estão próximas, principalmente as municipais, é obra para todo lado.
    Será que estas empresas estão no rol dos doadores de campanha ?
    Muda… Respira um ar fresco só para ver a diferença…

  4. QUAL BENEFICIO O UZUARIO TERA, O CUSTO DA TARIFA VAI DIMINUIR?

  5. Que bom. O recurso para este meio de transporte também foi viabilizado só agora em período de eleição? Kkkkkkkkkkkkkk

  6. Parabéns Prefeito por fazer nossa cidade modelo!!!

  7. E digo mais não adianta trocar a frota por veículos novos, a bagunça continua a mesma, tem que ter outras alternativas. Trocar o velho pelo novo não muda nada, absolutamente nada.

  8. Eu utilizo o transporte coletivo em Curitiba todos os dias e, posso afirmar: NÃO EXISTE CONFORTO, em período de pique, o que existe é desrespeito e stress!