Coligação de Fruet cogita representação contra Ducci por suposta barganha com PSD

Leprevost (PSD) oficializou apoio a Ducci (PSB). Foto: Blog Boca Maldita.

O corpo jurídico da campanha de Gustavo Fruet (PDT) estuda entrar com uma nova representação na Justiça Eleitoral contra Luciano Ducci (PSB). O blog apurou que a bronca agora tem a ver com uma suposta barganha com o PSD, sigla comandada em Curitiba pelo deputado Ney Leprevost, que, de acordo com a coligação pedetista, ganhou! a Secretaria de Estado do Turismo em troca do apoio à  reeleição do prefeito.

De acordo com um dos advogados da coligação de Fruet, o leilão foi público e amplamente registrado pela imprensa e isso se configura em mais um abuso de poder político do prefeito e de seu principal padrinho, o governador Beto Richa (PSDB)!.

Nesta semana, coincidência ou não, o deputado estadual Ney Leprevost anunciou apoio à  reeleição de Ducci. E, quase ao mesmo tempo, foi anunciado o nome Jackson Pitombo Cavalcante Filho, presidente do Conselho Fiscal e da Comissão de à‰tica do PSD.

Nos meios políticos fala-se que Pitombo apenas esquentará a cadeira para Leprevost, que assumiria o cargo após as eleições municipais. Esse fato também foi amplamente registrado pela imprensa, atestam os advogados gustavistas.

Leprevost ficou “magoado” com Ducci por cerca de 45 dias porque foi preterido na sua vice, que acabou nas mãos de Rubens Bueno (PPS). O parlamentar, chateado, ameaçou candidatura própria à  prefeitura e flertou com os candidatos Gustavo Fruet (PDT) e Ratinho Jr (PSC), mas, ao final, também “afrouxou o sutiã”.

Comentários encerrados.