Vereadora Renata Bueno desmente a revista Veja

Vereadora Renata Bueno (PPS), a musa que até agora é a sensação destas eleições, divulga nota oficial desmentido Veja. (foto: Valquir Aureliano).

Nota oficial da vereadora Renata Bueno

“As informações veiculadas, em nota, pela revista Veja não são verdadeiras. No entanto, o que mais me preocupada é a falta de sensibilidade de alguns comunicadores em tentar, de forma infrutífera, abalar uma relação entre pai e filha, a qual jamais será dissuadida, independentemente de fator político, ou não.

Portanto, registro para a sociedade curitibana que, acima de qualquer fator, o principal é ser filha de um grande homem, de um grande
político. Isso, sim, é importante para mim, e sempre estaremos juntos.”

11 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. A relação da dona Renata Patricinha com o pai dela tem toda a administração” do governador Beto Richa.. não se enganem, q ela é muito mais ardilosa do que ela parece.

  2. É bem verdade que a relação pai e filho é maior que qualquer outra. Mas mais uma vez Renata (agora relaxando na Itália) mostra que não concorda com o pai… enfim.

  3. mas já acabou as férias ?????? ksksk

  4. Acorda povo! Voces acham que alguem que ia certamente ter candidatura própria na eleição, desiste assim tão fácil e sobe no palanque de familiar que seria concorrente? Ai tem muito interesse e muita falcatrua…

  5. pois é tambem achei que ela estava por la fazendo mestrado………ou compras

    deve ter ficado toda irritada com a reportagem da veja, tadinha

  6. Essa mocinha quebenganou a população com sua candidatura nao esta na Itália?

  7. O professor!!!

    Será que ela consegue um estagio lá em MILÃO!!!

    To precisando!!!

    Abs

  8. Porque será que a veja ta pegando no pé do Ducci?

  9. Os limpinhos sentem na própria carne o que é cair nas garras da mafiosa Veja.

  10. Irá Processar a revista VEJA ?

  11. Esta nota foi escrita por um indigente intelectual.Confunde o sentido de palavras,coloca vírgulas onde não deveriam estar,etc, etc