Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Veja essa: Ricardo Barros sugere que Ministério Público é petista

Secretário Ricardo Barros.

O secretário de Estado da Indústria e Comércio, Ricardo Barros (PP), alvo de investigações no Ministério Público por suposta fraude em licitações da prefeitura de Maringá, Noroeste do Paraná, sugeriu hoje que os promotores do caso — José Aparecido Cruz e Laércio Januário de Almeida — são simpatizantes do PT.

“Talvez por afinidade política com o PT, a investigação do Ministério Público de Maringá sobre o descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal”, diz Ricardo Barros, ao afirmar que o órgão é utilizado para ações políticas contra o seu grupo e facilitar a vida de petistas no município.

O ataque de Barros tem um motivo. Ontem, veio à  tona que o Tribunal de Justiça do Paraná negou-lhe um habeas corpus para trancar a investigação da notícia crime na qual ele figura como noticiado, suspeito de manipular licitações no governo do irmão mais velho, Silvio Barros II, prefeito de Maringá.

Segundo denúncia do MP, o secretário do governador Beto Richa (PSDB) foi flagrado em interceptação telefônica quando se investigava suspeitas de fraude em licitação para serviços de publicidade e propaganda na prefeitura de Maringá.

Comentários desativados.