PSD proíbe Ney Leprevost “pular a cerca”

“Curitiba sempre na frente” é o nome da coligação de Ducci

Deputado Ney Leprevost.

A coligação do prefeito Luciano Ducci, que reúne 15 partidos, foi a primeira a registrar ontem a candidatura no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

A novidade é que a ata do PSD de Ney Leprevost foi registrada sem ressalvas, ou seja, sem aquela liberação para a militância apoiar outros candidatos a prefeito.

Na prática, o prefeito abocanhará o tempo de tevê do partido aliado e proibirá Paulo Rossi, Feliciano Moreira, Leprevost, entre outros, de se agarrarem a Gustavo Fruet (PDT) ou Ratinho Jr (PSC).

Resumo da ópera: o PSD fez um discurso, mas continuará comendo na mão de Ducci.

15 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. “Resumo da ópera: o PSD fez um discurso, mas continuará comendo na mão de Ducci.”
    a coisa é clara num ponto, que até nem precisa comentar…. Bando de interesseiro e adeptos de corrupção!

  2. Por que tanto desespero pelo apoio do Ney Leprevost ? Será que vocês estão escondendo alguma pesquisa que mostre que ele pode ter influência decisiva na eleição ?

  3. nossa tem gente que está bravo, nas suas opinião, … Pular ou não pular rsss
    comer ou não na mão do sr Ducci heim kssk

  4. é ney sem puladinhas ksks

  5. Ainda bem que dentro da urna ngm encherga né Ney, Feliciado, Paulo Rossi e companhia? kkkkk

  6. Partido vendido é assim…

  7. Prefeito OPORTUNISTA e INTERESSEIRO! Só quer o apoio do PSD pra ganhar o tempo na TV, mas ao mesmo tempo impossibilita que pulem a cerca hahahaha quer tudo pra ele, que comam tudo na mão dele. Espertão.

  8. vai lá Ney apóia mesmo o ducci.
    Coligação CURITIBA SEMPRE ATRÁS!
    Pra curitiba um dia chegar perto do topo Gustavo tem que estar na prefeitura.

  9. Não provoque quem está tranquilo. O PEN está aberto a todos os interessados. Os que querem mudar de legenda sem perder o mandato e ter muito poder de fogo nas futuras administrações e não ser apenas um “aspone” podem livremente trocar de partido. SR. NEY LEPREVOST, A CASA É SUA! EM CURITIBA NÃO QUERO MAIS RIXA, QUERO PAZ!

  10. Caro Esmael: O deputado Ney Leprevost não deu nenhuma declaração oficial de que não irá apoiar a reeleição do prefeito. A ata da convenção do PSD , de fato , permite que os filiados apoiem quem bem desejarem, sem sofrer sanções. A tendência é que o partido fique unido, apesar desta deliberação protocolada no TRE. O deputado Ney Leprevost não precisa comer na mão de ninguém, já que recebe um excelente salário como parlamentar. O deputado Ney Leprevost é amigo dos 3 principais candidatos a prefeito, inclusive do doutor Luciano Ducci. É natural que esteja refletindo sobre seus próximos passos já que sente a pressão de seus eleitores que estavam confiantes de que a hora dele no grupo do governador Beto Richa havia chegado. O deputado Ney Leprevost garantiu para mim que não tem nada contra o vice escolhido, Rubens Bueno, e que seu descontentamento é de ordem política , NÃO pessoal. É evidente que , mesmo evitando entrevistas e contatos com políticos, nos últimos dias o deputado Ney Leprevost tem sido abordado por seus eleitores que manifestam as mais variadas opiniões. Inclusive a de que deveria se vincular a um grupo político mais jovem, onde seja prestigiado de verdade. O deputado Ney Leprevost, nas conversas que tive com ele, não teceu um único comentário contra o governador Beto Richa ou qualquer outra pessoa. EM RESUMO: pelas conversas que tive com o deputado Ney, posso garantir que ele está muito mais maduro politicamente do que eu imaginava, e que irá se posicionar de forma absolutamente pragmática pensando no que é melhor para Curitiba e para nosso grupo polítco. Cordialmente, João Paulo.

  11. Leprevost tá fazendo teatro. Ele é Ducci e Beto.

  12. Minha mulher também me proibe de pular a cerca, mas eu pulo mesmo assim. Esta pressão boba não segura ninguém. O caminho é dialogo aberto e concessão de espaços nobres que prestigiem os que foram vítimas do jogo palaciano de dissimulação, principalmente os vereadores.

  13. Continuem provocando… Vocês estão fazendo besteira . Mexendo com que está quieto…

  14. QUAL A NOVIDADE?
    Qual a novidade deste processo? O PSD já tinha definido institucionalmente, enquanto Partico, o apoio e tempo de TV à coligação do Ducci. A dúvida era se empresário de casa noturna teria peito pra apoiar, como pessoa e com seu grupo (incluindo os sindicalistas) outro candidato.

    Resumo da ópera: Ney LePraondeVou fez um discurso mas provavelmente continuará comendo na mão do Ducci