Pode isso, Arnaldo? Seis e !½ candidatos disputam a prefeitura de Campo Magro (PR)

Novamente, Menegusso disputará com liminar.

Oficialmente, segundo o site do TSE, sete candidatos conseguiram registrar suas candidaturas à  prefeitura de Campo Magro, região metropolitana de Curitiba. Na verdade, seis e !½ estão aptos a disputar a cadeira de prefeito e eu vou tentar explicar essa façanha.

O ex-prefeito Louvanir Menegusso (DEM), por exemplo, conseguiu no Tribunal de Justiça do Paraná (TJ) uma liminar relâmpago! que o tirou provisoriamente da lista dos candidatos fichas sujas!. A decisão foi do desembargador Paulo Roberto Hapner.

O pedido de liminar a favor de Menegusso foi protocolado no dia 05 de julho à s 13h03 horas, conforme site do TJ, e no mesmo dia à s 17h38 já tinha sido concedida a dita cuja. Estranho que, um dia antes, ou seja, no dia 04 de julho, a desembargadora Denise Krueger Pereira, do mesmo TJ, já havia analisado e negado pedido idêntico feito pelo candidato.

Outro que está pendurado na Justiça é o atual prefeito, José Pase (PMN), que tentará ficar no cargo. O rapaz perdeu o prazo para registrar a candidatura e somente o fez cinco dias depois da data-limite que foi 5 de julho. A questão de Pase também está sub judice.

Em Campo Magro, além da dupla Menegusso/Pase, que está sub judice, também concorrem à  prefeitura Cláudio Casagrande (PCdoB), Gustavo Noronha (PSDB), Nelson Zonato (PSD), Rafael Gazelli (PCB) e Rilton Boza (PMDB).

Agora, voltando à  vaca fria do candidato do DEM. Quem tem processos no judiciário, sabe que a velocidade em que o candidato Louvanir conseguiu obter a liminar foi realmente de se tirar o chapéu ao TJ.

Relembrando, nas eleições passadas o mesmo candidato também participou das eleições com uma liminar e, em novembro de 2008, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou a candidatura de Menegusso.

Caso o candidato do DEM tivesse sido eleito, a eleição teria sido anulada, e nova eleição teria que ser realizada para o cargo de prefeito do município de Campo Magro.

A mesma situação se repete este ano, a pergunta que os campomagrenses fazem é: será que o candidato Louvanir Menegusso não será cassado novamente?

Comentários encerrados.