Picaretagem na Educação: Governo do PR faz convênio degradante a adolescentes para favorecer Wal-Mart

Secretário Flávio Arns (PSDB).

O barco da Secretaria de Estado da Educação (SEED) está mesmo sem rumo. Não tem jeito. à€ deriva, a principal e mais estratégica pasta do governo do Paraná resolveu dar uma forcinha extra à  rede norte-americana de supermercados Wal-Mart ao celebrar na semana passada um convênio que visa qualificar! jovens para o mercado de trabalho.

Quer saber o nome desse convênio, caro leitor? Chama-se Programa Escola Social do Varejo!. Ou seja, tucanaram a precarização do trabalho. A ideia central consiste na SEED recrutar estudantes nas escolas da rede pública estadual !“ principalmente da periferia !“ para formar estoque de mão de obra barata visando atender aos supermercadistas. Geralmente são trabalhos degradantes, mal remunerados e com carga horária excessiva.

Você tem dúvidas do que eu estou falando? Arrisque perguntar a um caixa de supermercado como é seu trabalho. Ficarás surpreso ao saber que nem ao banheiro podem ir durante horas. à‰ revoltante um órgão governamental pretender sujeitar a juventude a esse tipo de trabalho semi-escravo.

O site oficial da SEED informa que inicialmente o Programa terá duas turmas no Colégio Estadual Euzébio da Mota, bairro Boqueirão, atendido pelo Núcleo Regional de Educação de Curitiba!. A secretaria é comandada! pelo vice-governador Flávio Arns (PSDB).

A SEED não pretende com esse convênio, caríssimo leitor, ensinar aos alunos pobres um ofício técnico como servente, pedreiro, eletricista, padeiro, encanador, etc., que lhe serviria para o resto de suas vidas. Trata-se, mesmo, de precarização da mão de obra para uma área específica que tem cada vez mais dificuldades em encontrar gente para as funções degradantes que oferece.

Alô, Ministério Público do Trabalho! Faço um apelo para que a procuradoria coloque uma lupa nesse convênio que visa somente surrupiar a energia dos adolescentes e jovens estudantes paranaenses.

Atenção, Organização Internacional do Trabalho (OIT)!

Atenção, APP-Sindicato! Os professores não podem concordar com a degradação e a formação de mão de obra barata dentro das nossas escolas públicas.

Alô, UPES! O movimento estudantil não pode se calar diante desse flagelo.

Alô, governador Beto Richa! Ou o senhor demite esses incompetentes da SEED ou o senhor estará sendo conivente com essa picaretagem contra a juventude paranaense. Os moços e moças do Paraná não querem trabalho semi-escravo. Eles querem educação de qualidade, acesso à  cultura, ao esporte e ao lazer.

Para fechar com chave de ouro, a SEED informa ainda que “disponibilizará espaço físico adequado, profissionais da área, participar da seleção dos estudantes e acompanhar pedagogicamente os alunos”.

Assim, até eu quero mamar.

Leia mais sobre o caos na Educação do Paraná:
Caos na Educação: Professores se dizem enganados pelo governo outra vez. Pode isso, Arnaldo?
Caos na Educação: No Paraná, os tucanos conseguiram derrubar até os índices no Ideb

Caos na Educação: Professores pressionam governo do PR e já falam em greve por tempo indeterminado

Pelas redes sociais, professores pedem greve à  direção da APP-Sindicato

Caos na Educação: No site oficial, SEED orienta escola de Palmeira fazer “gambiarra” em laboratório de informática

Segundo a APP-Sindicato, Flávio Arns deu calote nos professores

SEED lança brigada contra incêndio nas escolas, mas sem extintores

Caos na Educação: Documento da SEED ensina diretores enganar o MEC

Reajuste na gratificação de diretores de escolas fica só na promessa

Flávio Arns promete a professores hora-atividade para janeiro de 2013

Mais uma vez, prefeitos se reúnem hoje com Flávio Arns para discutir transporte escolar

Palácio torce para que Flávio Arns deixe a Secretaria da Educação

Caos na Educação: Prefeitos cogitam pedir ao governador a cabeça do secretário Flávio Arns

Caos na Educação: Calote do governo do PR pode levar prefeituras a suspender transporte escolar

Casas Bahia!: Governo do PR propõe parcelar reajuste e hora-atividade aos professores

Richa anuncia reajuste para diretores de escola; já os professores!¦

As reclamações no setor de educação estão aumentando!, diz deputado Duglas Fabrício

Semana Pedagógica: Governo do PSDB copia Lerner e avança na privatização da Educação

Comentários encerrados.