Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Paulo Bernardo, o sincero, sobre o Datafolha: Eu não gostei!

Bernardo: Datafolha é ‘freada de arrumação’ na campanha de Curitiba. Foto: Wenderson Araújo/Gazeta do Povo.

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, almoçava ontem no restaurante Terra Madre, no elegante bairro Champagnat, em Curitiba, quando um de seus séquitos pediu-lhe uma impressão da pesquisa Datafolha* que acabara de sair do forno sobre a corrida pela prefeitura da capital paranaense.

– Eu não gostei -, disse o ministro, com ar de sinceridade. A confissão foi testemunhada por um orelha seca! deste blog.

Mais tarde, na Boca Maldita, ponto de encontro político, Bernardo readequou o discurso. Ele afirmou que, tal qual a punição à s operadores de celular, o Datafolha também serve como freio de arrumação! para todas as campanhas.

Paulo Bernardo e a mulher dele, a ministra-chefe da Casa Civil Gleisi Hoffmann, são os principais engenheiros que levaram o PT a coligar-se com Gustavo Fruet (PDT).

*Datafolha: Ratinho Jr (PSC) 27%, Gustavo Fruet (PDT) 23%, Luciano Ducci (PSB) 23% e Rafael Greca (PMDB) 10%.

Comentários desativados.