Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Mensalão: Velha mídia pretende transformar ministros do STF em obedientes poodles

As capas das revistas Veja e CartaCapital.

As principais revistas do país trazem em suas respectivas capas desta semana o julgamento do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que deve começar na próxima quinta-feira 2 de agosto. Vou reproduzir de quatro publicações:

1) CartaCapital: O valerioduto abasteceu Gilmar; 2) Veja: Réu (capa com Zé Dirceu); 3) Istoà‰: Os bastidores do julgamento do século; e 4) à‰poca: Tudo sobre o mensalão.

Esse julgamento que a velha mídia convencionou chamar de o julgamento do século! acontece num momento em que a própria mídia é foco de investigação na CPI do Cachoeira por associação à  máfia de Carlinhos Cachoeira.

Por outro lado, como bem ilustra a capa de CartaCapital, o ministro Gilmar Mendes, do STF, também mamou no valerioduto !“ a gênese do mensalão inventado pelos tucanos na campanha de 1998. Outra vez, ao lado de Mendes, a “moralista” grande imprensa brasileira também figura como beneficiária desse propinoduto.

O diabo é que no STF, como registra CartaCapital, tem um ministro envolvido até a medula numa espécie de mensalão “pai de todos” e está prestes a julgar outro mensalão. Pode isso? Com a palavra os demais ministros da Corte.

A mídia quer tirar o seu! da reta nesses dois casos relatados acima. Por isso elegeu o PT e Lula como alvos principais nessa campanha que se arrasta desde 2005. O objetivo dos donos das empresas de comunicação envolvidas nas maracutaias é praticar o diversionismo, ou seja, artimanha para desviar o foco principal e, de quebra, interferir no resultado das eleições municipais de outubro.

Um pequeno parêntese. Folgo em dizer que a mídia brasileira que se autoproclama o quarto poder é o poder mais corrupto da Nação. Aprimorou a técnica do achaque desde antanho, da era de Assis Chateaubriand, e nunca mais abandonou essa linha. Também se especializou na arte do puxa-saquismo de poderosos e magnatas de plantão.

O espetáculo que a velha mídia pretende fazer em cima do julgamento do mensalão poderá colocar em xeque a credibilidade do STF enquanto instituição. Recordo fragmento de uma pergunta feita pelo ex-ministro e advogado Márcio Thomaz Bastos, sobre essa pirotecnia em período eleitoral: Que prejuízo teria o STF se julgasse [o mensalão] depois das eleições?!. Eu mesmo respondo: nenhum prejuízo.

Outro questionamento pertinente: Pode a velha mídia defender Gilmar Mendes e atacar os petistas na cara dura? Com que moral?

Não se trata de julgar réus do mensalão, caro leitor. Isso a corrupta grande imprensa já o fez há muito tempo. Também já condenou os réus por conta própria. Agora só espera a confirmação de sentenças no STF.

No primeiro round contra Lula a velha mídia levou a pior. Não só viu frustrado o seu desejo de impeachment como também teve de engolir vitórias expressivas do Sapo Barbudo! em 2006, 2008 e 2010. Nesse segundo round, os barões da mídia manobram para transformar os ministros do STF em obedientes poodles nessa disputa de concepção de país e de ideias. Entretanto, a tendência é que eles levem outra vez mais uma surra democrática! nas urnas e nas ruas.

A pergunta que não quer calar: Os ministros do STF vão pular?

Comentários desativados.