Guerra jurídica: Justiça não tirou Twitter e Facebook de Fruet do ar!

Dr. Luiz Fernando Pereira.

A coordenação jurídica de Gustavo Fruet (PDT), candidato a prefeito de Curitiba, capitaneada pelo jurista Luiz Fernando Pereira, desmente a informação de que a tropa de Luciano Ducci (PSB) tenha conseguido tirar do ar os perfis do pedetista no Twitter e no Facebook.

“à‰ inverídica a informação divulgada sobre suposta decisão judicial, que determinaria a retirada do ar das páginas do Facebook e do Twitter do candidato a prefeito Gustavo Fruet (PDT)”, informa.

Na verdade, segundo os advogados de Fruet, a Juíza Eleitoral Renata Estorilho Baganha determinou a adequação das redes sociais com a inclusão do nome da Coligação Curitiba Quer Mais.

Concedo a medida liminar e determino a imediata adequação nas redes sociais do candidato Gustavo Bonato Fruet, ou seja, em sua conta @gustavofruet, no twitter, bem como na conta www.facebook.com/gustavo.fruet, no facebook, no que diz respeito à s irregularidades de ausência da coligação a qual pertence o candidato e os partidos que a integram!, afirma a magistrada.

A assessoria jurídica da Coligação Curitiba Quer Mais informa que, embora tenha posição divergente, por considerar que o nome da Coligação deva constar apenas em material impresso, irá cumprir a decisão e adequar as redes sociais.

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. quero saber uma coisa simples: Isso SÓ vale pro Fruet ou pra TODOS? A lei é a mesma ou é individual…

  2. Dá zero para o Ducci pois está informação está fora de ser verdade kk

  3. Fala serio o que tem gente com medo do futuro e fica apelando !! Já aumentaram , apenas umas correção no blog nada a vez mesmo em Luciano

  4. isso é gente que distorce histórias! ridiculo

  5. Taca multa no Ducci pela propaganda das UPS. E parem de falar dessa coisa aí, ninguém tirou nada do ar, isso pra variar foi intriga do limpinho que ta de um jeito que não sabe o que fazer pra difamar os outros. Ele está vendo que vai perder e ta ficando desesperado.

  6. E propaganda das UPS continuam passando

  7. Depois da ditadura militar, veio a ditadura dos economistas, agora vivemos a ditadura dos advogados. Espero que na hora de votar o cidadão lembre que a prefeitura precisa de um bom administrador. Executivo não é judiciário.