Exemplo: Moradores de rua encontram cerca de R$ 20 mil e entregam à  PM em SP

da Folha.com

Exemplo aos políticos. Fotos: Zé Carlos Barretta/Folhapress e divulgação PM.

Um casal de moradores de rua encontrou por volta das 3h30 desta segunda-feira um saco com aproximadamente R$ 20 mil em dinheiro, no Tatuapé, zona leste de São Paulo, e entregou à  polícia.

O casal, que mora há aproximadamente quatro meses embaixo do viaduto Azevedo, ouviu o barulho do alarme de uma loja próxima e foi verificar o que acontecia. No caminho, eles encontraram um saco com o dinheiro –notas e moedas– abandonado próximo a um ponto de ônibus na Radial Leste.

O morador de rua Rejaniel de Jesus Silva Santos, 36, que ganha por dia cerca de R$ 15 como catador de produtos recicláveis, disse que “a primeira coisa que veio à  sua cabeça quando viu todo aquele dinheiro foi avisar a polícia”.

Santos e a mulher abordaram um segurança em uma moto e pediram para ele ligar para o 190. Quando os policiais chegaram ao local o casal entregou o dinheiro. Segundo Santos, os policiais militares não acreditavam que ele estava devolvendo o dinheiro e deram parabéns pela honestidade.

Santos, que perdeu o contato com a família depois que foi morar nas ruas, torce para que a mãe que vive no Maranhão veja alguma das entrevistas que deu nesta madrugada para emissoras de TV.

“A minha mãe me ensinou que não devo roubar e se vir alguém roubando devo avisar a polícia. Se ela me assistir pela TV lá no Maranhão vai ver que o filho dela ainda é uma das pessoas honestas deste mundo”, falou Santos.

Segundo a PM, no saco havia cupons fiscais que identificavam que o dinheiro pertence a um restaurante oriental na rua Coelho Lisboa, que havia sido furtado.

O caso foi registrado no 30!º Distrito Policial do Tatuapé. A polícia tenta localizar o dono do restaurante para devolver o dinheiro.

HISTà“RIA

Santos veio do Maranhão há cerca de 16 anos para trabalhar com o irmão na construção civil. Em São Paulo, ele se casou e teve um filho, com quem não tem mais contato.

Após a separação, Santos perdeu o emprego e a casa e foi morar nas ruas. A atual mulher, Sandra Regina Domingues, ele conheceu nas ruas e mora com ela há cerca de quatro meses, embaixo do viaduto Azevedo.

5 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Ah, pára, eles ficaram com medo de serem presos… Como eles explicariam tanta grana??? Capaz uma pessoa que passe fome e necessidade não vá ficar com esse dinheiro todo!!! Depois reclamam que Deus não ajuda…

  2. Em tempo, lendo atentamente a materia, cheque a conclusão, que a mãe de um
    maranhense famoso, um tal de José Ribamar, conhecdo no alto Clero como José
    Sarney, não deu a mesma formação ao seu pupilo famoso. e fato como ese vai
    provocar muitos politicos a pensar, e ruminar, e digo nem tudo está perdido nessa terra Batizada pelo cabral de SANTA CRUZ.

  3. Em tempos em que a desonestidade e a falta de ética e de respeito à coisa pública estão em grande evidência nos meios de comunicação, exemplos de integridade moral e do respeito ao que é do outro vem exatamente daqueles cuja formação ética e moral é o pilar das ações cidadãs. Detalhe: os protagonistas centrais deste episódio são exatamente os que estão mais desprotegidos dos direitos elementares da cidadania. Os párias da sociedade capitalista que prioriza simplesmente o TER…

  4. Pois é, enquanto muita gente vive reclamando em baixo de acochegantes cobertores, há irmãos na rua embaixo de viadutos, e já que não temos o Don de ajuda-las, que tal modificarmos o geito de olharmos para êlas………………..