Em Foz, Ministério Público pede impugnação de candidata à  vice-prefeita de Reni Pereira

* Tucanos poderão substituir a vice na chapa

Empresária Ivone Barofaldi na marca do pênalti.

O Ministério Público Eleitoral pediu ontem (11) à  Justiça a impugnação da candidatura da vice-prefeita Ivone Barofaldi da Silva (PSDB), na chapa encabeçada pelo candidato Reni Pereira (PSB). A candidata atuava como 2!ª vice-presidente do Sindicato Patronal do Comércio Varejista de Foz do Iguaçu e Região e deveria ter se desligado do cargo até o dia 7 de junho, ou seja, quatro meses antes do pleito eleitoral.

A candidata enviou ao MPE documento apontando que seu desligamento teria sido feito em 31 de maio, mas em entrevista a uma rádio no dia 2 de julho, ela teria afirmado que ainda não havia se desligado das funções.

O promotor de Justiça André Gustavo de Castro Ribeiro pediu ainda busca e apreensão para instruir o pedido de impugnação do registro da candidatura, cumprido na sede do Sindicato Patronal do Comércio do Comércio Varejista de Foz do Iguaçu. O objetivo da busca é saber a data em que foi produzido o documento de desligamento do cargo apresentado pelo presidente do Sindicato, por meio da análise dos computadores.

O MPE requer que a candidata seja notificada para oferecer defesa no prazo de sete dias. Segundo a Promotoria, a falsidade do documento, caso seja comprovada, é crime eleitoral.

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. na verdade, ela afirma que o desligamento foi feito no dia 29 de maio, e não 31.