Em Curitiba, candidato do PSTU é mais rico que do PSOL

Avanilson Araújo, do PSTU, é o primo rico; Bruno Meirinho, do PSOL, é primo pobre.

A capital paranaense tem oito candidatos a prefeito. Um deles, do PRTB, está sub judice, mas a Justiça Eleitoral já liberou informações sobre a declaração de bens dos outros sete que disputam o cargo.

A curiosidade é que o candidato do PSTU, o advogado Avanílson Araújo, declarou possuir bens de R$ 24 mil. Outro advogado, Bruno Meirinho, do PSOL, tem bens de R$ 7,2 mil.

Na sequência vem Alzimara Bacellar, do PPL, com R$ 106 mil; Rafael Greca, do PMDB, com R$ 264 mil; Luciano Ducci, do PSB, com R$ 312 mil; Gustavo Fruet, do PDT, com R$ 2,2 milhões; e Ratinho Jr, do PSC, com 7,5 milhões.

Todos os sete candidatos estimam gastar R$ 68,3 milhões na campanha rumo à  prefeitura de Curitiba.

Comentários encerrados.