Confusão pouca é bobagem em Paranaguá. E agora Richa?

Governador Beto Richa.
Ontem, a Polícia Federal prendeu em Paranaguá, Litoral, o vereador tucano Eduardo Francisco Costa de Oliveira (PSDB), o Edu, por suposto recebimento de propina no valor de R$ 500 mil reais. Junto com o parlamentar também foi fechado o ex-diretor do IAP (Instituto Ambiental do Paraná) Matomi Yasuda. A acusação é de que ambos vendiam licenças ambientais a empresas.

Pois bem, amanhã, 29 de julho, Paranaguá completará 364 de fundação. A cidade também é conhecida como “berço da civilização paranaense! ou mãe do Paraná!. São muito comuns nesses eventos as presenças de autoridades máximas como governador e secretários de Estado.

Diante de mais essa grande confusão envolvendo o vereador PSDB, será que o governador Beto Richa descerá a serra neste domingo?

à‰ bom lembrar que outro tucano, o candidato a prefeito Alceuzinho Maron, também esteve recentemente envolvido nos escândalos do porto.

Comments are closed.