Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Cassação do prefeito Barbosa Neto é “golpe da imprensa”, diz PDT

* Vice-prefeito José Joaquim Ribeiro (PSC) entra no aquecimento
* Pedetistas veem “golpismo da grande imprensa do Paraná”
* Perda de mandato beneficia diretamente grupo do governador

Vice-prefeito José Joaquim Martins Ribeiro (PSC).

O espetáculo da cassação já começou em Londrina. Notificado ontem pela Câmara Municipal, o prefeito Barbosa Neto (PDT) vai a julgamento na próxima segunda-feira, dia 30, a partir das 9 horas.

A votação do relatório da Comissão Processante (CP) da Cetronic, que responsabiliza o prefeito pela contratação de dois vigias para uma rádio da sua família com recursos do município, deverá desembocar na perda do mandato.

O espetáculo do julgamento na Câmara poderá ser acompanhado por 190 pessoas, que receberão senhas para plateias a “favor” e “contra” a cassação do pedetista.

A direção estadual do PDT fez um apelo dramático nesta quinta-feira (26) para que a Câmara “não endosse um golpismo da grande imprensa que pressiona com manchetes e mentiras contra Barbosa Neto”.

Pelo sim pelo não, o resultado do julgamento de Barbosa terá importante impacto nas eleições. Se for inocentado, na condição de candidato à  reeleição, ganhará “gás” para tentar chegar ao segundo turno — o que pode dificultar a vida do vereador Marcelo Belinati (PP).

Agora, se o prefeito for cassado pela Câmara, a área fica livre para o candidato do governador Beto Richa (PSDB) — o próprio Belinati — e a situação se complica para a petista Márcia Lopes (PT), por exemplo.

Tem mais um fato importante nesse imbróglio: se Barbosa Neto voltar para casa antes do tempo, quem assume a prefeitura é o vice José Joaquim Ribeiro (PSC). Ele não concorre à  reeleição, mas seu partido está na coligação de Belinati.

O vice que poderá virar prefeito é ligado até a medula a Ratinho Jr, candidato a prefeito de Curitiba e líder maior do PSC no Paraná.

Comentários desativados.