77% dos curitibanos veem com desconfiança as obras da Copa do Mundo

* Qual a opinião sobre isso dos candidatos a prefeito?

Arena da Baixada deverá consumir R$ 210 mi. Antônio More/Gazeta do Povo.

Levantamento do instituto Paraná Pesquisa aponta que os curitibanos estão muito céticos com as obras e melhorias prometidas com a Copa do Mundo de 2014. Nada mais nada menos que 77% dos moradores da capital veem com desconfiança e pessimismo as intervenções do poder público para atender o maior evento esportivo do planeta.

Os números da pesquisa encomendada pelo jornal Gazeta do Povo revelam que 41% dos curitibanos não têm certeza de que as obras ficarão prontas a tempo e 36% disseram nem sonhar com mudanças significativas na cidade.

No total, Curitiba receberá nove obras de mobili!¬dade urbana, que consumirão R$ 543,9 milhões dos cofres públicos (prefeitura, governos do estado e federal). Some-se a isso mais R$ 210 milhões que a reforma da Arena da Baixada (campo do Atlético) consumirá do erário. A fatura final baterá a soma de R$ 753,9 milhões. Uma verdadeira fortuna.

Diante dessa esmagadora reprovação dos curitibanos, qual a opinião dos candidatos a prefeito? O que pensam Luciano Ducci (PSB), Gustavo Fruet (PDT), Ratinho Jr (PSC), Rafael Greca (PMDB) e demais postulantes ao cargo de chefe do executivo da capital? Até agora, nada falaram sobre a dinheirama que as obras da Copa do Mundo consumirão dos contribuintes.

A Paraná Pesquisas ouviu 420 pessoas, maiores de 16 anos, entre 19 e 21 de julho, e a margem de erro é de 5%.

4 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Tem que perguntar para a turma do Ducci e Richa, pois eles estão envolvidos até o pescoço com o Mário Celso ou será que pode estourar algo nisto se mexer muito?

  2. os outros 20% nem sabem o que está acontecendo e os 3% vão lucar com a copa.

  3. A grande pergunta que fica é, se no dia a dia a população não fica esperta com obras da cidade, de que adianta ficar tão preocupada com obras da copa? Sabendo-se que pelos estudos da FGV dizem que trará benefícios. Da na mesma, se querem fazer algo diferente, não adianta ficar apenas preocupados com a copa. Bobagem.

  4. Eu acho que os curitibanos devem estender a desconfiança para outras obras da cidade.