O primeiro grande erro estratégico do prefeito Luciano Ducci

Luciano Ducci (PSB).

Nas guerras, as derrotas estratégias são as piores que existem. Na maioria das vezes, o vencedor faz questão de expor o derrotado com a intenção de humilhá-lo perante sua tropa. A recuperação desse tipo de revés pode ocorrer, mas é muito lenta.

Acredito que o prefeito Luciano Ducci, do PSB, deverá sofrer sua primeira derrota estratégica com a confirmação da candidatura de Rafael Greca, do PMDB.

Os estrategistas de Ducci erraram feio ao levá-lo à  cova do leão, ou seja, para dentro da briga do PMDB. Esse movimento brusco do prefeito obrigou o até então acuado Greca a atacá-lo. O candidato do PSB virou agora alvo preferencial do candidato do PMDB (isso ajuda o peemedebista a evitar, em tese, a polarização Fruet x Ducci).

Os soldados peemedebistas que torcem pelo apoio à  reeleição do prefeito, aos poucos, começam a levantar a bandeira branca em sinal de rendição. Essa movimentação ficou nítida depois que o senador Roberto Requião decidiu contar as garrafas! entre os convencionais do partido. Reuniu ontem oitenta das 111 possíveis, portanto, inconteste maioria para ungir Greca no próximo dia 23.

Para Ducci, restou o desgaste de uma guerra que não precisava ser declarada. Para a bancada estadual do PMDB também ficou um passivo gigante, pois eles não conseguiram entregar o que prometeram ao governador Beto Richa, do PSDB, e ao prefeito que lutou bravamente pelo apoio da legenda até os 48 minutos do segundo tempo.

Comentários encerrados.