Executiva estadual do PMDB aprova candidatura própria em São José dos Pinhais

Rodrigo Rocha Loures (PMDB).

Os membros da executiva estadual do PMDB do Paraná, reunidos na noite desta segunda-feira (18), em Curitiba, aprovaram o lançamento de candidatura própria em São José dos Pinhais.

A agremiação sãojoseense apresentou o nome do empresário Rodrigo Rocha Loures, ex-presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) e um dos sócios da Nutrimental.

A executiva estadual peemedebista deixou claro, no entanto, que caso não prospere a candidatura própria, obrigatoriamente, o partido deverá apoiar a reeleição do atual prefeito Ivan Rodrigues, do PSD.

Em conversa com este blogueiro, Rocha Loures garantiu que disputará a prefeitura da região metropolitana “mesmo sem aliança” com outros partidos.

8 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Sou a favor do empresario Aldrian do Jack do PV para vice do doutor Rodrigo, porque seria uma chapa bastante interessante, com a experiencia do doutor Rodrigo e o carisma do Aldrian do Jack.

  2. O professor!!!

    E o Ivo do aeroporto fica como?!!?’

    Abs

  3. Apoio ao Rodrigo Rocha Loures!

  4. Se o Rocha Loures vier mesmo disputar a prefeitura de nossa querida São José dos Pinhais trará uma grande contribuição ao pleito. Empresário muito bem sucedido, há muito tempo em São José, tem, por parte dos sãojoseenses, o respeito, admiração e a certeza que poderá levar de fato nossa cidade ao verdadeiro patamar que merece entre os municipios o Paraná. Que seja benvindo à disputa!

  5. Concordo com você, Luciano Carvalho, o ideal seria a legislação proibir coligação na proporcional (vereadores e deputados) vinculando para os partidos que queiram participar de alianças na majoritária (prefeitos e governadores) a necessidade de apresentar chapas proporcionais. E para a presidência da República, legendas que não disputassem pelo menos em 20 ou 30% dos estados, com chapas proporcionais próprias, deveriam ficar fora da disputa presidencial. Aí sim, em poucas eleições os partidos se fortaleceriam reduzindo o aspecto cartorial que possuem atualmente.

  6. sou rodrigo e um otimo empressario e adimiro muinto

  7. Sinceramente sou a favor de uma lei que proibia as coligações acho que todos os partidos deveriam lançar candidato, com certeza teríamos um número menor de partidos porque ai não seria viável aos pequenos partidos que vivem de negociatas de cargos… Precisamos urgente de uma reforma politica em nosso país para acabar esses partidos de aluguel que ficam negociando cargos em troca de apoio e venda de seu espaço na TV.

  8. DEU NO INFORMATIVO DA REDE PDT, SEMANA PASSADA:

    – O blog SJP.com anunciou em 31 de maio que o ex-senador Osmar Dias declarou apoio à reeleição do prefeito de São José dos Pinhais, Ivan Rodrigues, que foi eleito em 2008 tendo como companheiro de chapa o então vereador pedetista Jairo Melo, atual vice-prefeito que fez 17 mil votos para deputado estadual nas últimas eleições. “A declaração foi feita na terça-feira (29) em reunião com Rodrigo Rocha Loures descartando pereptoriamente qualquer outra alternativa”, segundo informou o blog, notícia que foi confirmada na última segunda-feira durante reunião da Executiva Estadual do PDT, que seguindo a orientação de Osmar desautorizou as articulações a favor da candidatura de Rocha Loures pelo PMDB dando prazo de três dias para a reaproximação entre Jairo Melo e o prefeito. Ocorre que esta possibilidade se mostrou inviável e na noite desta quarta-feira a Executiva Municipal do PDT e os pré-candidatos pedetistas (além de 24 virtuais vereadores tem uma mulher postulando a indicação de vice na pretensa aliança com o PMDB) reiteraram apoio ao pré-candidato oposicionista Rodrigo da Rocha Loures, ex-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), cujo filho do mesmo nome foi candidato a vice de Osmar Dias na eleição de 2010 para o Governo do Estado. Os pedetistas de São José dos Pinhais formalizaram apelo à instância partidária estadual para que reconsidere sua posição porque, segundo Jairo Melo, “o descaso do atual prefeito com a cidade é muito grande e tem sua maior marca na demolição de prédio histórico centenário no centro, feita em plena madrugada para evitar a rebeldia da população que se manifestava contrariamente”. De acordo com ele, o PDT foi deixado à margem dos acontecimentos desde o inicio da atual gestão, “tanto que nunca somos convidados a participar das deliberações governamentais e tivemos participação ínfima na administração”, finaliza Jairo Melo.