Coligação de Fruet vai “degolar” pré-candidatos a vereador por causa de chapão

A guilhotina está afiada.

Já está batido o martelo. A coligação de Gustavo Fruet (PDT-PT-PV) vai homologar conjuntamente a chapa de vereadores, ou seja, apresentará um chapão dos três partidos com 76 nomes.

Na prática, muitos pré-candidatos vão acordar na semana que vem como ex-pré-candidatos. No PT, segundo informações que chegam ao blog, serão defenestrados 40; no PDT outros 50; e o PV também cortará 25 pré-candidatos.

Por que com o chapão! haverá cortes? Eu explico isso.

Se um partido lançar chapa proporcional (vereadores) sozinho poderá apresentar até 150% o número de cadeiras. No caso de Curitiba são 38 cadeiras, logo, a legenda pode registrar 55 candidatos.

Se PDT, PT e PV saíssem sozinhos na proporcional !“ podem fazer isso se coligando somente na majoritária, isto é, apoiando Fruet !“ a conta seria esta: 3 x 55 candidatos= 155 candidatos a vereador.

Numa coligação proporcional, independente da quantidade de partidos, pode-se apresentar o dobro do número de cadeiras em disputa na Câmara. No caso em tela, são 76 candidaturas.

Resumo da ópera: A partir desta segunda-feira, pelo menos uma centena de pré-candidatos será “degolada” nos três partidos. à‰ esperar e conferir choradeira.

10 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. mesmo assim com chapão e tudo vamos lutar para que gustavo fruit seja o novo prefeito em curitiba

  2. É DURO CORTAR UM SONHO DE ALGUÉM, MAS POLÍTICA INFELIZMENTE É ASSIM FAZ PARTE DE UMA ESTRATÉGIA DE VITÓRIA CONTRA O INIMIGO. MONTAR UMA CHAPA COMPETITIVA É UMA ESTRATÉGIA SE DARÁ RESULTADO VEREMOS.

  3. NOSSA COLUNA ““ POR AMAURI BREVILHERI ““ 22.06.2012
    Por Amauri Brevilheri em jun 22nd, 2012 // Sem comentários
    FALTA POUCO
    De hoje até o dia 30 de junho nos bastidores da política vai estar uma loucura. Partidos buscando coligações, principalmente, nas proporcionais (vereadores). Existem siglas que não tem o número suficiente para lançar candidatos, outros têm gente demais e ai é que está o problema: os pequenos querem coligar com os grandes e os grandes têm “medo” dos poucos nomes dos pequenos, que podem tirar a cadeira de alguns deles. Enquanto isso, nada decidido a respeito da majoritária (prefeitos), dizem que o prefeito Amin foi chamado à capital, pelo governador Beto Richa, para definir essa “história” em Cornélio. Outros falam que não”¦ “o Amin foi só buscar recursos para ajudar as escolas da cidade que estão em situação difícil, principalmente por causa das chuvas, como é o caso do Lourenço Filho”. A verdade é que está uma “ciranda de roda”, enquanto dois nomes (da situação), correm para ser candidato a prefeito (Fred e João), os outros pré candidatos agora correm para conquistar a vice”¦ é isso mesmo, aqueles nomes todos: Ricardo Leite, José Leite, Dib e tantos outros agora trabalham para ser candidato a vice. O Zé leite me disse, ontem, que está tranquilo e que esse assunto já esgotou, é pré candidato a vice, é do partido do governador e está deixando a água correr. Só não podemos esquecer o Iran de Rezende que veio, que nem leão na presa, para ser “o” candidato do governo a prefeito e, ele bate o pé que unirá a situação com “os Fonsecas”, que negam veementemente qualquer possibilidade disso acontecer”¦ será? Quem sabe esse barulho todo do Iran não seja, também, para conquistar uma vice?

    FALTA POUCO II
    Tenho ouvido, já algum tempo, que pros lados da oposição a coisa está complicada, não sobrou muitos partidos para coligarem e ainda não se definiram quem será o candidato. Quando falo em oposição leia-se PMDB. Quem coloca nessa o PDT pode esquecer, o partido conseguiu conquistar uma independência dos grupos de situação e oposição e pode sair com uma terceira via nesse processo eleitoral, apesar de muita gente não acreditar nisso, mas é verdade. Tem lá a vereadora Aurora (pré candidata a prefeita), tem diálogo aberto com o PPS que tem lá a Thais Takahashi, pré candidata, que pode vir a ser vice da Aurora nas próximas eleições. Ou ainda, a possibilidade de apoiarem o Fred (se ele não se ligar ao grupo de situação, ligação esta que está ficando mais distante a cada dia), e ai a Aurora poderia até vir a ser candidata a vice do Fred, que já teria o apoio, declarado, do DEM do Paulo Vilela”¦ tudo suposições, mas não impossíveis. Nesta fase pré eleitoral o rolo não para!

  4. Não pode ser verdade essa notícia, tamanho absurdo optar pela redução da tropa. Penso, inclusive, que cada uma das legendas principais favoráveis à candidatura de Gustavo Fruet – PDT, PT e PV – deveriam realizar alianças diferenciadas para a eleição proporcional. E não sou único que defende este pensamento, pois há possibilidade concreta de lançar duzentas candidaturas à Câmara Municipal e não as setenta previstas aí. O mais prudente é que as conveções deleguem poderes para as respectivas direções partidárias analisarem melhor a questão, no correr da semana que entra até 30 de junho.

  5. Esmael, comente sobre 30% das vagas femininas.

  6. Infelizmente se isso acontecer, esses pré candidatos poderão apoiar outro majoritário e daí que se lasca é o Fruet.

    Também, deveríam pensar que se fizerem isso, perderão a possibilidade de ter mais candidatos fazendo campanha inclusive para o Fruet.

    É só uma questão de pensar um pouco e deixarem de besteira.

  7. RSRSRSRARSrsrsrsrsrs……..

  8. Também, acreditam nos contos da carochinha!!!!!!!!!!!!