Caos na Educação: Professores pressionam governo do PR e já falam em greve por tempo indeterminado

Professores e educadores debatem greve nas redes sociais.

Professores e educadores da rede pública de ensino do Paraná não andam nada satisfeitos com o desempenho do vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns (PSDB), à  frente da pasta. Pelo menos nas redes sociais, a categoria já fala em greve por tempo indeterminado por causa de compromissos não honrados pelo governo.

Por outro lado, a APP-Sindicato prefere esgotar as negociações antes de admitir a possibilidade de greve. A entidade acredita que poderá obter conquistas pressionando Arns em reuniões bilaterais, embora também tenha reclamado do “tombo” levado do secretário da Educação — que não cumpriu os acordos firmados.

Na próxima quinta-feira (28), enquanto o governador Beto Richa (PSDB) estará retornando de Nova Iorque, onde participará na semana que vem de evento em homenagem à  Copel na bolsa de valores, Arns, no exercício do governo, voltará à  mesa com a direção da APP-Sindicato.

Em um grupo de discussão no Facebook, do qual participam 6 mil educadores, parte da categoria reclama de um calote levado e por isso pede ao sindicato a realização de uma greve visando pressionar o governo para que cumpra os compromissos assumidos. Setores ligados à  direção da APP rebatem essa possibilidade: Greve não se pede, se constrói!.

De acordo com a APP-Sindicato, a pauta com Flávio Arns na próxima quinta-feira será longa. Confira:

1- Demais parcelas referentes ao Piso Salarial Profissional Nacional do Magistério e proposta de pagamento do retroativo;

2- Funcionários de escolas: nomeações, reajuste e Plano de Carreira;

3- Concursos Públicos;

4- Cargo de 40 horas – considerando os 33% de hora-atividade;
Faltas referentes à  mobilização;

5- Liberação Sindical;

6- PDE – Turma 2009 – Promoções e Progressões – Total de 8.500 promoções em atraso em 2012. Progressão dos Funcionários (QFEB) em agosto e dos Professores em outubro;

7- Liberação para mestrado;

8- Reajuste da gratificação de diretores – Plano de Carreira dos Professores;

9- Turma PDE para 2013;

10- Contribuição Previdenciária sobre as gratificações dos funcionários da educação;

11- Hora-aula para os professores da educação especial.

Leia também:

Pelas redes sociais, professores pedem greve à  direção da APP-Sindicato

Caos na Educação: No site oficial, SEED orienta escola de Palmeira fazer “gambiarra” em laboratório de informática

Segundo a APP-Sindicato, Flávio Arns deu calote nos professores

SEED lança brigada contra incêndio nas escolas, mas sem extintores

Caos na Educação: Documento da SEED ensina diretores enganar o MEC

Reajuste na gratificação de diretores de escolas fica só na promessa

Flávio Arns promete a professores hora-atividade para janeiro de 2013

Mais uma vez, prefeitos se reúnem hoje com Flávio Arns para discutir transporte escolar

Palácio torce para que Flávio Arns deixe a Secretaria da Educação

Caos na Educação: Prefeitos cogitam pedir ao governador a cabeça do secretário Flávio Arns

Caos na Educação: Calote do governo do PR pode levar prefeituras a suspender transporte escolar

Casas Bahia!: Governo do PR propõe parcelar reajuste e hora-atividade aos professores

Richa anuncia reajuste para diretores de escola; já os professores!¦

As reclamações no setor de educação estão aumentando!, diz deputado Duglas Fabrício

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. olha uesp casa do estudantes tem que voltar para os msm,tem muitas coisas erradas nesta entidade que virou de propiedade particular,porque não se mobiliza os estudantes e resgatem sua casa de volta,uma vergonha fica na mão de uma pessoa que explora está entidade sem ser msm estudante já faz um seculo que esta entidade tá sequestrada cade as autoridades,em breve relató completo sobre a uesp inativa,salvem a uesp em cornelio procopio a casa do estudante, socorro !!!!