Publicitário que elegeu Lula e Dilma apresenta técnicas para uma campanha vitoriosa

Publicitário João Santana (Foto: Luiz Abreu).

O publicitário João Santana apresentou na noite desta quarta-feira (16), no Seminário Nacional Desafios do Modo Petista de Governar, promovido pelo PT Nacional em Porto Alegre, as técnicas necessárias para o planejamento de uma campanha política vitoriosa.

Ele começou a palestra enfatizando: Comunicação depende da política e a política depende da comunicação!. A partir daí, fez um panorama histórico. A Igreja Católica dos séculos XV e XVI é a Nasa da comunicação política!, afirmou. Entre os personagens, Napoleão Bonaparte foi um dos gênios da comunicação!.

Santana também falou sobre a América Latina e seus personagens mais marcantes, como Perón, Fidel Castro e Simón Bolivar, e a àfrica de Mandela e Samora Machel.

Para quem quer entender comunicação política, o publicitário disse que não pode deixar de estudar os seguintes pensadores: Gustave Le Bon, Bernays e Tchakhotine.

Para dominar a comunicação política contemporânea, ele apresentou técnicas práticas. Segundo Santana, planejar uma campanha requer saber qual o sentimento do tempo em que ocorre a eleição: à‰ de mudança ou de continuidade?!. Ele lembra ainda que campanha é crise permanente! e que o marketing é uma técnica de formular respostas corretas!.

João Santana é publicitário. Comandou a campanha de Lula à  presidência em 2006 e a de Dilma Rousseff, em 2010. Antes, teve passagem por veículos como o jornal O Globo, a revista Veja, o Jornal do Brasil e a revista Isto à‰, onde fez reportagens denunciando a corrupção no governo Collor. Ele recebeu o Prêmio Esso em 1992. Como marqueteiro, atua também na àfrica e América Latina. No Brasil, ele coordena a campanha de Fernando Haddad à  prefeitura de São Paulo. No final de sua palestra, Santana brindou o público com quatro VTs institucionais produzidos para o governo Hugo Chavez, da Venezuela.

Após a palestra de João Santana, Renato Rovai Jr., presidente da Associação Brasileira de Pequenas Empresas de Comunicação, apresentou sua visão sobre a rede e as mídias alternativas tendo como foco as próximas eleições.

Também fizeram parte da mesa de discussão desta noite o secretário nacional de comunicação do PT e deputado federal do Paraná André Vargas, o deputado federal do Rio Grande do Sul, Paulo Ferreira, o presidente do PT-RS e deputado estadual, Raul Pont, o presidente do PT-Porto Alegre e vereador Adeli Sell, o candidato à  prefeitura de Porto Alegre (RS) e deputado estadual, Adão Villaverde, a secretária nacional de Combate ao Racismo, Cida Abreu, e a secretária de Relações Internacionais do PT, Iriny Lopes.

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. A campanha da Dilma foi muito mal tocada. O Serra falava um monte e o PT tocava musiquinha, não responderam os ataques à altura…