PT e PDT discutem formação de chapa proporcional em Curitiba

Pedetistas e petistas começam a articular chapa de vereadores pró-Fruet.

Dirigentes do PDT e do PT sentaram-se à  mesa de uma churrascaria, em Curitiba, para discutir a formação da chapa de vereadores que dará sustentação à  campanha de Gustavo Fruet (PDT) pela prefeitura de Curitiba.

O debate foi liderado pelo vice-presidente do PDT curitibano, Professor Wilson Picler, que espera a eleição de Fruet e de um grande bancada de vereadores.

“O objetivo da reunião foi avaliar o potencial da chapa para os pré-candidatos a vereador de cada partido”, disse o pedetista.

10 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Sem+comentário

  2. Com relação, aliança PDT e PT,na Proporcional, eu digo que é muito complicada neste momento. É preciso avaliar muito bém, para que não entramos mais uma vez numa fria, pois estamos traumatizados pelo o que aconteceu em 2010 ende quebramos a cara, tanto na proporcional como na majoritária. Nunca na história do paraná, o PMDB e o PT se deram tão bem, elegendo a maior bancada de deputados federais e estaduais. Portanto, a esperiência do passado não é nada agradável. Diomar Gaúcho Curitibano. PDT.

  3. Quanto as vagas para mulheres, como questionam é dificil arrumar mulheres para ocupar as vagas. Em quase todos os partidos existe a caça de mulheres´para se candidatarem.

  4. A proposta de coligação entre PDT e PT para as eleições à Câmara Municipal de Curitiba, porém, não tem sido bem recebida por setores da legenda trabalhista, pois isto limitará consideravelmente o número de vagas e a capacidade de participação efetiva de pedetistas na campanha, através de seus candidatos ao cargo de Vereador. Se não lançarem chapas próprias, puras, para as eleições proporcionais considera-se mais razoável que o PDT e o PT liderem alianças diferenciadas com outros eventuais aliados, ensejando maior consistência à base eleitoral de Gustavo Fruet. Não é prudente podar candidaturas, ao contrário, é preciso abrir caminhos para acomodar o maior número possível de candidaturas proporcionais, pois há excesso de pretendentes tanto no PDT quanto no PT e isto poderá fazer diferença no contexto geral da disputa.

  5. grande palhaçada, o PDT (pessoas do partido), diziam nas ruas. venham para o PDt, vamos eleger vereador com 2.500 votos, agora querem fazer um chapão com o PT, ai vão eleger os 3 do PT, e vão garantir a volta dos ex- vereadores do PDt que perderam no passado!!! Né Jorge!!!!
    Se eu estivesse nesta situação não seria nem candidato, mas como em todos partidos tem que ter os bagrinhos, para dar sustentação pros demais se elegerem, conseguiram iludir alguns!!
    Eta PDt partido (barriga de aluguel)!!!!

  6. Amigo Orlando, só coloquei minha opinião em cima de um tema tornado público, sem qualquer pretensão a divisionismos (tanto que fui dos maiores críticos da aliança com o PT, mesmo na majoritária, e estou aí assimilando a questão sem maior problema). Agora, em relação à idéia de coligação na proporcional, a insatisfação é grande e você mesmo poderá verificar isto na próxima reunião, aliás em nenhuma oportunidade houve decisão de avançar em relação a isto. Se avançam, abrem o direito a manifestações como a minha.

  7. Caro amigo de partido Valmor Stédile o lançamento de chapa nas proporcionais ou chapas próprias pelos partidos da coligação estão sendo conduzidas democraticamente pelo nosso Vice-Presidente do PDT Wilson Picler esta fase e de conversas e reajustes, agora se algum integrante do partido que não concorda com esta linha de trabalho tem todo o direito de conversar com os integrantes da Executiva Municipal e dar sua opinião, já nesta segunda-feira dia 07/5/2012, já temos nossa reunião mensal e neste ambiente democrático que qualquer filiado tem o direito de se pronunciar, e não colocando opinião ao contrario de um fato que ainda não foi homologado dando margem para que nossos adversários tenham munição para nos abater achando que o partido esta caminhando divido, fato este que e uma inverdade pois estamos unidos com um só proposito de elegermos Gustavo Fruet Prefeito de Curitiba e fazer a maior bancada de vereadores que esta casa de leis já presenciou nestes últimos anos, assim juntamente com nosso Prefeito desenvolvermos projetos em beneficio desta população que esta a mais de 20 anos esperançosos de vereadores que lutem e defendam os interesses de nosso povo, pois o bem estar da comunidade deve ser o carro chefe para qualquer pré candidato que pretende lutar por uma cadeira na vereança.

  8. Essa pretensa aliança entre PDT e PT para as eleições à Câmara Municipal de Curitiba tem pneus furados, para não dizer quadrados, sem qualquer chance de prosperar. Se não lançarem chapas próprias, puras, para as eleições proporcionais o PDT e o PT devem liderar coligações diferenciadas, com outros eventuais aliados como o Partido Verde (PV), ensejando maior consistência à base eleitoral de Gustavo Fruet. É absurdo podar candidaturas buscando facilidades eleitorais nas eleições de Vereador, quando sabemos que há excesso de pretendentes nesses dois partidos. Só a inexperiência de alguns, ou a esperteza de outros, poderia recomendar a redução dos exércitos sabendo da tropa que se organiza do lado oposto.

  9. Cada um nessa foto, hein? Que meda.

  10. Pela amostragem, teremos muiiitas mulheres candidatas!