Por unanimidade, deputados elegem Durval Amaral para o Tribunal Faz de Contas do Paraná

Durval Amaral.

O dramaturgo, escritor e jornalista Nelson Rodrigues, que costuma dizer que toda unanimidade é burra, deve estar se remexendo todo no túmulo nesta segunda-feira (21). Veja essa, caro leitor, divulgada há pouco pelo blog Boca Maldita:

“O secretário-chefe da Casa Civil do Governo do Estado, o deputado estadual licenciado Durval Amaral (DEM), acaba de ser eleito novo conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná.

Durval recebeu 54, dos 54 votos possíveis dos deputados e neste momento, entre um cumprimento e outro, tenta responder aos questionamentos dos repórteres que cobriram a votação.”

6 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I just want to tell you that I am new to blogs and really loved this web page. Probably I’m planning to bookmark your blog . You amazingly come with incredible articles and reviews. Thanks for sharing your web site.

  2. A rpc mentiu essa semana ao mostrar que á delegacia de policia em são pedro do ivai pr não existe.La está a uma industria de açucar e etanol que gera milhares de empregos para a região. há tambem uma unidade de policia rodoviaria .A rpc deve tomar mais cuidado .eles não falaram mas mostraram num mapa, e eu vi o nome são pedro do ivai essa gente não conhece o paraná interior do interior ,donde sai os alimentos para familia deles. São joão do ivai é comarca ,se e comarca deve ter vizinhos fortes! uma cidade como são pedro do ivai que conheço muito bem .mas das outras cidade não faço comentario ,porque eu não conheço…

  3. Durval ganhou uma TETA vitalícia. KKKKKKKKKKK……………….

  4. Pois então meus caros bloqueiros, os governantes escolhe os seus magistrados
    para FAZER DE CONTA que aprovam as contas.
    Porem ninquem pode mais cobrar do BETINHO , o choque de gestão prometido
    na campanha politica, os espaços vazios que O TC VEM DEIXANDO AO LONGO DA
    CAMINHANDA, vem sendo ocupado com certo brilhntismo pela nossa querida…….
    RPC, E SUAS COLIGADAS, A AJUDANDO O GOVERNADOR A PRATICAR, apesar do
    atrazo o CHOQUE DE GESTÃO, na Camara de Curitiba, ALP, e inacreditavel até
    na policia civil, vai acabar um dia a RPC, chegando finalmente ao TC. ESPERAMOS.

  5. quem imaginou que a coisa não podia ficar pior, tai a surpresa.rsrsrs

  6. De ex a anti-esquerdistas
    ( Emir Sader)

    Isaac Deutscher tem um artigo que ele intitula “De hereges a renegados”, delineando o caminho de gente que começa rompendo com teorias e posições esquerdistas, para terminarem como furibundos anti-esquerdistas. São figuras que povoam a direita de todo o mundo, ao longo do tempo.

    Alguns se valeram do stalinismo para terminarem condenando a Lenin e, finalmente, a Marx e ao marxismo. Não por acaso uma proporção não desprezível deles teve origem trotskista, para absolutizar o “totalitarismo stalinista”, passando a identificá-lo com o nazismo e dali estão já a um passo do liberalismo e do anti-comunismo.

    Há os tipos padrão, os que foram de esquerda, militantes mesmo, de repente “se arrependem”, largam tudo, renegam, denunciam seu passado e seus companheiros, os ídolos em que acreditaram cegamente, para se entregar de armas, bagagens e, frequentemente, emprego, para a direita.

    Alguns se mantem na esquerda, no seu espaço mais moderado, com um tom fortemente anti-esquerdista, denunciando o que não seria “democrático” em correntes da própria esquerda. São adeptos fortes de alianças com correntes do centro e mesmo da direita, tendem a diluir as distinções entre direita e esquerda.

    Outros, os casos mais conhecidos, se tornam militantes da direita, de suas correntes mais fundamentalistas, no velho estilo anti-comunista da guerra fria. Ganham espaços na mídia de direita ““ desde direção de revistas a colunas em jornais, convites para a televisão ““ como prêmio pela sua adesão.

    Há ainda escritores, intelectuais, músicos, decadentes, em triste fim de carreira, que abandonam posturas rebeldes que tiveram no passado para submeter-se aos donos do poder e dos meios de comunicação em troca de espaços para escrever, prêmios, elogios, que confirmam sua perda de dignidade no fim da carreira.

    Postado por Emir Sader às 07:26