Pela primeira vez, Fiep vai à  Lapa

Campagnolo pega a estrada.

O estilo da gestão de Edson Campagnolo à  frente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) está surpreendendo aliados e até adversários.

O empresário, que assumiu a entidade em outubro passado, não titubeia em deixar o conforto do ar condicionado da sede em Curitiba para visitar empresários e indústrias no interior do estado.

Hoje, por exemplo, Campagnolo está no histórico município da Lapa, na região metropolitana de Curitiba. à‰ a primeira vez na história que um presidente da Fiep visita os lapeanos.

Tão perto (62 km da capital) e tão esquecida. Agora não mais!, promete Campagnolo, que faz planos em retornar à  histórica Lapa.

O presidente da Fiep adotou a linha de fazer uma gestão bem próxima aos empresários e à s indústrias. Na prática, as visitas aos municípios virou uma rotina. Ele já esteve em Londrina, Maringá, nas regiões Oeste e Sudoeste e metropolitana de Curitiba.

Voltando à  vaca fria, ou melhor, à  Lapa. Campagnolo esteve nesta tarde na Seara, que comprou a Da Granja (abate de frangos). Recebeu sugestão para fortalecer a qualificação de mão-de-obra dos trabalhadores. Também visitou a Metalúrgica Bosch, que faz peças e equipamentos para indústrias, e a Potencial Biodiesel, que começará a operar dentro de três meses.

O Paulo Furiati (PMDB) entusiasmou-se com a visita da Fiep ao município. Segundo ele, isso é prova de que a Lapa, definitivamente, está entrando no circuito da industrialização!.

Comentários encerrados.