“Lula seja louvado”: Roberto Freire cai em pegadinha e vira motivo chacota nas redes sociais

A presidenta Dilma Rousseff determinou que todas as notas de Real tragam a inscrição “Lula seja louvado”. Essa notícia foi postada pelo site de humor G17 (www.g17.com.br), mas o deputado federal e presidente nacional o PPS, Roberto Freire, a levou a sério e por isso virou motivo de chacota no Twitter na tarde desta segunda-feira (7).

O site relata uma discussão fictícia com assessores no Palácio do Planalto acerca da frase “Deus seja louvado!, que estaria provocando confusão e atrito entre religiosos e ateus.

“Nem Deus, nem Zeus, nem Goku nem Galileu, coloquem o nome do Lula”, teria dito a Presidente Dilma, para encerrar a confusão, cravou o site.

Freire, oposicionista doente ao que ele considera um governo lulopetismo, acreditou na informação e a classificou da seguinte forma pelo Twitter: “Isso é uma ignomínia”.

A frase do dirigente do PPS, que caiu na pegadinha do G17, foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais.

“Já me desculpei pela veiculação algo tão ignominioso-noticia alteração cédulas pelo BC- que só poderia ser falso. Infelizmente me equivoquei”.

Mesmo reconhecendo que fora vítima de uma pegadinha, Freire continuou sendo alvo de chacotas no Twitter.

Comentários encerrados.