26 de Maio de 2012
por admin
6 Comentários

‘Ato público pró-Barbosa não foi comício’, afirma PDT

da Folha de Londrina

O diretório municipal do PDT, em Londrina, nega que o ato público de desagravo em favor do prefeito Barbosa Neto (PDT), realizado na segunda-feira, tenha desreipeitado a lei eleitoral. Segundo o secretário-geral do partido, Claudiney Stachetti, não é possível classificar o evento como um ”comício”, conforme denúncia feita pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). ”Respeitamos a representação da promotora (Maisa Tavares), mas divulgamos amplamente que seria um ato de desagravo e em momento algum tivemos a intenção de fazer campanha”, afirmou. Leia mais

26 de Maio de 2012
por admin
6 Comentários

Requião insiste em Greca e sinaliza candidatura em 2014

por Ivan Santos, via Bem Paraná
Apesar da pressão da bancada do PMDB na Assembleia Legislativa, o senador e presidente do partido em Curitiba, Roberto Requião, sinalizou ontem que não só pretende manter o apoio à  pré-candidatura de Rafael Greca à  prefeitura da Capital, como espera usar as eleições municipais deste ano como trampolim! para tentar voltar ao Palácio Iguaçu em 2014. Em uma série de declarações postadas pela rede social twitter, Requião deixou claro a intenção de resistir à  ação da ala peemedebista que defende o apoio à  reeleição do atual prefeito Luciano Ducci (PSB).

O PMDB que pensa em 2014 me acompanha na candidatura própria em Curitiba!, afirmou, mostrando que as articulações para as eleições municipais estão diretamente ligadas ao futuro da legenda na disputa pelo poder no Estado daqui a dois anos. Os adesistas que não querem candidatura própria em Curitiba, antecipam suas posições em 2014, ao governo!, avaliou.

As declarações vêm à  nota no momento em que a pré-candidatura de Greca sofre pesado ataque interno, encabeçado por lideranças próximas ao senador, como o ex-líder do governo Requião na Assembleia Legislativa e atual secretário de Estado do Trabalho do governo Beto Richa, Luiz Cláudio Romanelli, e o deputado estadual Alexandre Curi. Com o apoio da maioria da bancada no Legislativo estadual, os dois tem tentado convencer o cacique a rifar! Greca para levar o partido a participar da chapa de Ducci.

O argumento é de que o pré-candidato peemedebista não teria chances na disputa, e estaria apenas querendo aproveitar o tempo do partido na propaganda eleitoral de rádio e televisão para projetar seu nome com vistas à  eleição de deputado em 2014. Além disso, afirmam que Greca não teria legitimidade para ser o candidato do PMDB, já que c

26 de Maio de 2012
por admin
1 Comentário

Comissão do Senado aprova projeto que criminaliza preconceito por gênero

Via Agência Estado

A comissão de juristas do Senado que discute mudanças ao Código Penal aprovou nesta sexta-feira proposta que aumenta a quantidade de situações em que uma pessoa pode responder na Justiça por discriminação. Pelo texto, poderá ser processado quem pratica discriminação ou preconceito por motivo de gênero, identidade ou orientação sexual e em razão da procedência regional.

Pela legislação atual, só podem responder a processo judicial quem discrimina outra pessoa por causa da raça, da cor, da etnia, da religião ou da procedência nacional. Assim como na legislação em vigor, que segue a Constituição Federal, a conduta será considerada imprescritível (o discriminado pode processar a qualquer momento), inafiançável e não passível de perdão judicial ou indulto.

A comissão manteve para os crimes a mesma pena aplicada hoje pela Lei 7.716, de 1989, que define os crimes resultantes de preconceito de raça ou cor: de dois a cinco anos de prisão. A ideia é incorporar toda essa legislação ao novo Código Penal. A pena para a prática pode ser aumentada em um terço até a metade caso a discriminação tenha sido cometida contra crianças ou adolescentes.

26 de Maio de 2012
por admin
8 Comentários

Veto ao Código Florestal agrada bancada ambientalista, ruralistas reclamam

da Agência Brasil

A decisão da presidenta Dilma Rousseff de vetar 12 pontos do novo Código Florestal foi bem recebida pelos ambientalistas na Câmara dos Deputados. Em coletiva de imprensa, o líder do Partido Verde, deputado Zequinha Sarney (PV-MA), considerou positivo o veto. A princípio, a presidenta cumpriu os seus compromissos de segundo turno [das eleições de 2010]!.

Sarney ressaltou que os ambientalistas e o seu partido esperavam que a presidenta vetasse integralmente o novo código, por considerarem que ele é pior que o atual. Apesar disso, ele disse que, com os vetos parciais, a presidenta avançou ao estabelecer diretrizes para a política ambiental.

O veto parcial é um complicador da clarificação jurídica da legislação sobre o Código Florestal. Parece-nos que esse veto parcial foi feito não pelo conteúdo, mas pelas preocupações políticas de não confrontar a base no Congresso Nacional!.

26 de Maio de 2012
por esmael
Comentários desativados em Manchetes deste sábado

Manchetes deste sábado

Jornais do Paraná

– Gazeta do Povo: Os 12 vetos de Dilma

– Folha de Londrina: Mortalidade materna cai 36% no PR Leia mais