3 de maio de 2012
por esmael
23 Comentários

Engenheiros da Sanepar entram em greve

Em assembleias realizadas ontem (2) nas cidades de Cascavel, Curitiba, Maringá e Londrina, 78% dos engenheiros da Sanepar optaram por paralisar suas atividades.

Participaram das assembleias 242 profissionais, sendo que 182 optaram pela greve e apenas 51 decidiram continuar trabalhando.

à‰ a primeira vez na história da empresa que os engenheiros decidiram realizar uma paralisação.

O Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (Senge-PR) já comunicou por meio de ofício a decisão à  empresa.

Os profissionais cumprirão o prazo legal de 72 horas para iniciar a greve, que será a partir das 8 horas da próxima terça-feira, dia 8, em todo o estado. Nesse dia, nova assembleia definirá sobre a continuidade do movimento.

3 de maio de 2012
por esmael
1 Comentário

Veja o vídeo com trecho dos discursos de Brizola Neto e Dilma

via Blog do Planalto

A presidenta Dilma Rousseff afirmou hoje (3) que o Brasil vive uma era de formalização, e não de precarização do emprego. Ao empossar o novo ministro do Trabalho, Brizola Neto, a presidenta disse que o Brasil está na contramão da tendência de desemprego e precarização da legislação trabalhista vivida pelos países desenvolvidos por causa da crise econômica.

Nós navegamos na contramão dessa tendência e desse quadro sombrio (!¦) O Brasil vive uma era de formalização do emprego e não de precarização. Ficou no passado aquela triste época em que milhões de brasileiros precisavam fazer bico para sobreviver. Uma situação de mais emprego, mais trabalhadores protegidos e com bons salários é a situação que nós vivemos hoje e perseguimos sistematicamente!.

3 de maio de 2012
por esmael
2 Comentários

Em Londrina, oposição comanda CP contra Barbosa Neto

por Paula Barbosa Ocanha, via Folha de Londrina

A pressão feita pela oposição na Câmara de Vereadores de Londrina e também pelas pessoas que acompanhavam a sessão ontem nas galerias da Casa foi suficiente para alterar a formação da Comissão Processante (CP) da Centronic, permitindo que a condução dos trabalhos seja feita por três vereadores oposicionistas. Após uma série de renúncias – que começou no início da tarde com o vereador Rodrigo Gouvêa (PTC) e pouco depois com José Roque Neto (PR) – mais dois vereadores desistiram de integrar a CP antes da investigação ficar nas mãos dos vereadores Roberto Kanashiro (PSDB), presidente, Sandra Graça (PP), relatora, e Antenor Ribeiro (PSC), membro.

Os dois primeiros vereadores que renunciaram, Gouvêa e Roque Neto, já estavam sendo questionados pelos próprios parlamentares desde a última semana – principalmente pelo vereador Joel Garcia (PP), que ameaçou protocolar um pedido formal de suspeição na Casa, o que acabou não ocorrendo. No caso de Gouvêa, a renúncia aconteceu porque sua mãe foi nomeada pelo prefeito Barbosa Neto (PDT) como secretária do Idoso, em janeiro. Gouvêa fez um documento simples que foi lido no plenário pelo presidente da Mesa Executiva, Gerson Araújo (PSDB), e não se pronunciou no microfone sobre o assunto.

Em entrevista, o vereador alegou que preferiu se afastar para não dar nulidade ao processo mais tarde. ”Nem esperei o parecer da procuradoria. Eu preferi me afastar para não ter problemas de questionamentos”, explicou. O vereador se mostrou abatido e nervoso com as críticas. Na semana passada, quando a primeira formação da CP foi anunciada, Gouvêa reforçou que não teve escolha, já que os membros são definidos por sorteio. Pressionado desde então, a renúncia só foi feita ontem.

Já Roque Neto não quis comentar o motivo da renúncia, mas comunicou via assessoria de imprensa que teve uma reunião na última sexta-feira com o deputado federal Fernando Giocobo, presidente estadual do PR, na qual teria se discutido a possibilidade de lançar o vereador como pré-candidato a prefeito de Londrina.

O primeiro nome sorteado após as duas renúncias foi de Marcelo Be

3 de maio de 2012
por esmael
Comentários desativados em Manchetes desta quinta

Manchetes desta quinta

Jornais do Paraná

– Gazeta do Povo: Por juro menor, poupança terá rendimento reduzido

– Jornal do Estado: Câmara rejeita afastamento de vereadores “suspeitos” Leia mais