Vereadores de Curitiba terão que devolver salário recebido irregularmente

Vereadores terão que devolver R$ 80 mil ao erário. Foto: Freddy Pinheiro.

Alguns vereadores de Curitiba inauguraram hoje horário novo da sessão com uma péssima notícia. Promotores do Ministério Público do Paraná (MP) estiveram esta manhã no plenário da Câmara Municipal para notificar ao menos 12 parlamentares, remanescentes da legislatura de 2004, que terão de devolver R$ 80 mil (corrigidos) recebidos irregularmente.

Segundo informações preliminares, naquele ano, a Casa concedeu aumento de 53,7% no salário dos vereadores. O MP considerou que houve extrapolação dos limites legais na fixação dos salários dos vereadores em 2004.

A notificação do MP tem como base um julgamento do Tribunal de Contas do Paraná (TCE) que, no ano passado, viu irregularidade na lei que vinculava os salários dos vereadores aos dos deputados estaduais.

Nesta segunda-feira (23), a Câmara estreou horário novo nas sessões que, a partir de hoje, serão realizadas das 9h à s 12h nas segundas, terças e quartas-feiras.

5 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Curitiba, 25 de abril de 2012.

    – Sobre os fatos da manhã do 23 de abril na Câmara Municipal

    Senhor Esmael,

    Seria importante que o senhor esclarecesse aos vereadores envolvidos que o senhor não utilizou de fontes oficiais, pois, posso garantir, por formação, que o emissário do Ministério Público busca, nesse em e outros casos, tão-somente cumprir um expediente sem exposição excessiva, de si, ou dos outros. Respeita-se o papel da imprensa mas é de se surpreender que mesmo se buscando garantir, num primeiro momento, a resposta dos vereadores, já os meios de comunicação consigam trazer a informação à tona.
    Num ponto é qualidade da imprensa.
    Noutro fica o registro de que nesse caso em especial o MP nada propôs aos meios de comunicação – senão depois de toda a notícia já veiculada. A Assessoria de Imprensa da instituição é o local de divulgação avalizada sobre os fatos.

    Atenciosamente,

    Marcelo Molinari
    Oficial de Promotoria

  2. cade os nomes deste sugadores do dinheiro publico e o minimo que o ministerio publico deve fazer

  3. Era esse o tal do estardalhaço que iria abalar a Câmara de Vereadores esta semana?!?