Requião dá “chute no traseiro” do secretário-geral da Fifa

Senador Roberto Requião.

O senador Roberto Requião (PMDB), presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esportes do Senado, não quis nem ouvir falar no nome de Jerome Valcke, o secretário-geral da Fifa, aquele que disse que o Brasil precisaria de um “chute no traseiro”.

A Comissão havia aprovado uma reunião com o presidente da entidade futebolística, Joseph Blatter, para discutir a Lei Geral da Copa na próxima quarta-feira (11).

Ao saber que Blatter designará Valcke para representá-lo, Requião deu a seguinte sapeca:

Não queremos escutar o porta-voz da Fifa. O requerimento que havíamos aprovado era para receber Blatter, e não este bedel da Fifa. Se dependesse de mim, ele (Valcke) receberia um pontapé em suas redondas abundâncias.!

Comentários encerrados.