PV do Paraná prepara seus candidatos para a batalha eleitoral

Deputada Rosane (PV).

A menos de três meses do prazo final para a definição dos candidatos que concorrerão nas próximas eleições, o Partido Verde do Paraná está intensificando os cursos de formação política com os pré-candidatos à s Prefeituras e à s Câmaras de Vereadores em todo o Estado.

Estão sendo realizados encontros com os pré-candidatos para detalhar a Legislação Eleitoral, especialmente sobre prazos para a apresentação de documentação e prestação de contas, discutir o Estatuto do Partido Verde, oferecer noções de oratória e debater o Estatuto das Cidades para complementar a formação política.

A orientação da direção estadual é que cada diretório reúna seus filiados, promova discussões internas e constitua uma chapa com candidatos comprometidos com os ideais de desenvolvimento sustentável, ética na política e construção de uma cidade mais justa e igualitária!, afirma a presidente estadual do PV, deputada federal Rosane Ferreira.

Segundo Rosane, a atual direção do PV está acompanhando de perto a movimentação dos verdes, mesmo nas cidades mais distantes, seja grande ou pequena.

Quando não podemos ir, os dirigentes municipais vêm até Curitiba para relatar à  Executiva como andam as articulações. O Objetivo é escolher os candidatos mais preparados e assim oferecer ao eleitor a melhor alternativa!, explica.

Os encontros têm acontecido em todas as regiões do Estado onde o PV possui diretório municipal e está apto a concorrer. Atualmente, o partido está constituído em 200 cidades e na maioria delas o trabalho de definição das candidaturas está na fase final. Grandes encontros já aconteceram em Curitiba, Araucária, Mandirituba, Paranaguá, Irati, Siqueira Campos, Francisco Beltrão, Ponta Grossa, entre outras localidades.

Estamos adiantados na formatação das chapas. Paralelamente, muitos diretórios estão consolidando candidatura própria a prefeito, seguindo orientação da direção estadual, embora alguns já apontam para uma política de aliança tanto para a eleição majoritária quanto para a proporcional!, explica o Secretário Estadual de Organização, Francisco Caetano Martin.

Em muitas cidades, o Partido Verde tem sido procurado por várias legendas para discutir a possibilidade de coligação.

Estamos conversando com todos os partidos que nos procuram e juntos, de forma democrática, vamos decidir o que será melhor para a chapa de vereadores, pois a meta é triplicar a atual representação nas câmaras municipais!, enfatiza o secretário.

Comentários encerrados.