Homem forte de Barbosa Neto é preso por suposto suborno a vereador

via portal Bonde

Ex-secretário Márcio Cito.

Policiais do GAECO prenderam o ex-secretário do governo Barbosa Neto, Marco Cito, no início da tarde desta terça-feira (24).

Segundo informações preliminares, ele teria oferecido propina ao vereador Amauri Cardoso (PSDB) para votar contrário à  abertura de Comissão Processante (CP) nesta tarde na Câmara. O valor seria de R$ 40 mil. O suborno foi comunicado pelo vereador ao GAECO e o flagrante então foi armado.

Ludovico Bonato também foi detido e levado à  sede do Ministério Público. Os dois estão sendo ouvidos pelo delegado Alan Flore.

Bonato teria levado o dinheiro para Amauri Cardoso e foi preso em flagrante. O vereador tucano, que presta depoimento nesta tarde, confirmou ao portal Bonde a tentativa de suborno e chamou Bonato de “peixe pequeno”.

Cito não foi algemado, e chegou ao local acompanhado do advogado João Gomes. Ele foi secretário do governo Barbosa Neto, ocupando a secretaria de Gestão Pública e secretaria de Governo. No início do mês, ele deixou o cargo para coordenar a campanha de Barbosa à  reeleição.

0 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Golpe públicitário, tudo planejado para criar clima favorável à aprovação da Comissão Processante pela Câmara Municipal, que vota na tarde desta terça-feira mais uma tentativa de inviabilizar a reeleição do prefeito Barbosa Neto.