Dor de barriga e contra-informação na eleição do PT

Tadeu Veneri (PT).

Neste domingo, dia 15, 2,6 mil petistas vão à s urnas para definir se lançarão candidato próprio ou apoiarão Gustavo Fruet, do PDT, à  prefeitura de Curitiba.

Ok. Até aí tudo bem. O problema é que a disputa interna está dando dor de barriga em alguns líderes do campo majoritário — o Construindo um Novo Brasil (CNB).

Um petista cinco estrelas confidenciou ao blog, há pouco, que “se vencer a tese da aliança será por uma margem muito pequena: 5%”.

Caro leitor, note que o dirigente petista se expressou na condicional ao dizer “se”. Ou seja, no CNB há quem trabalhe com a hipótese de candidatura própria do PT.

“Se vencer a tese da candidatura própria vamos todos unidos para a batalha”, deixou claro o “general”.

Agora quero falar da contra-informação na disputa do PT. Segundo integrantes do campo majoritário, militantes ligados ao deputado Tadeu Veneri estariam visitando eleitores aptos a votar com o intuito de “informá-los” que “é preciso pagar R$ 15 no ato da votação de amanhã”.

A contra-informação, de acordo com membros do CNB, visa desmobilizar os eleitores pró-aliança com Fruet, pois, informam, quem está apto a votar não precisa pagar nada porque a regularização com o partido já foi feita até 31 de março”.

Comentários encerrados.