Coordenação de Fruet acusa adversários de espionagem política

Restaurante Morada do Gourmet, no Champagnat.

O escritório político de Gustavo Fruet (PDT) no Champagnat está sendo monitorado 24 horas pelos adversários. A informação é dos coordenadores do programa de governo do pré-candidato a prefeito de Curitiba.

Na última semana, segundo a coordenação do pedetista, câmeras voltadas para o escritório foram instaladas no restaurante Morada do Gourmet, que fica a menos de 30 metros.

O restaurante pertence a Alouisio Pacheco, cujo filho, Cláudio Pacheco, é assessor do gabinete do prefeito Luciano Ducci (PSB).

6 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. este claudio desde o tempo da secretaria metropolitana mal aparecia por la, sempre tentando aparecer, cuidando do restaurante sem aparecer na prefeitura e agora assessor de aspone do prefeito chuchu richa, que nao apoioiu frruet de seu pp partido, pq sera que apoia o chuchu, e as cameras do detran, do carli, onde estao>>>>

  2. Que tal a receita federal dar uma olhada nas contas desse restaurante?

  3. Perfeito Manoel, a camera deve ter sido instalada por assaltantes. As quadrilhas estão cada vez mais organizadas, agora quem chegou antes de quem no ponto, não sei. O fato é que são assaltantes!!!.

  4. Quem chegou antes de quem no ponto?
    A Câmera é para filmar assaltantes!

  5. Claudio fica pouco lá na PMC !

  6. E a esposa desse tal de Alouisio (Rita Pacheco), é comissionada na secretaria da Fernanda Richa, tem um cargo DAS 3. Está tudo em Família!!!!!!!!!!

  7. o sobrenome pacheco não estranh será que não filho do pacheco dono da cotrans empresa que “aluga” veículos para a prefeitura de curitiba e o governo do estado.